SÉRIE DE ENTREVISTAS COM AS PERSONAGENS DA INTENDENTE

Nome: MARCUS VINICIUS DO VAL

Cargo: CARNAVALESCO

Agremiação: G. R. E. S. ACADÊMICOS DE VIGÁRIO GERAL

Grupo: Série C da LIESB

1. Conte-nos a sua trajetória no Carnaval?

Marcus do Val: Cada um de nós tem uma história bem diferente no carnaval. Lino Sales por exemplo já trabalhou com Rosa Magalhães, Alexandre Costa, por sua vez trabalhou com Jaime Cesário. Eu fui o último a largar a vida de componente e passar a trabalhar realmente com carnaval. Nossa amizade é antiga, mas nos unimos para trabalhar com carnaval em 2007 através de um convite, do então na época, Bloco Carnavalesco Colibri de Mesquita. Com o bom resultado do desfile fomos convidados para fazer também o Chatuba de Mesquita. Depois passamos pelo Rosa de Ouro até enfim chegarmos a Vigário Geral.

2. Fale-nos do enredo da escola para 2017?

Marcus do Val: Eu sempre agradecerei aos irmãos Marcos e Danilo Guerra pela sugestão desse enredo. Após ler livros e pesquisar sobre o tema, chegamos ao formato do desfile, da história que gostaríamos de contar. Nosso desfile vem como um alerta para todos tomarem cuidado com os espertalhões do dia-a-dia e também para que ninguém queira ser esperto demais, afinal “Não há limites para os poderes imaginários daqueles que sabem levar vantagem sobre os que querem levar vantagem”, mas esse nosso alerta será de uma maneira bem leve, divertida e de fácil leitura.

3. Quais são as expectativas da agremiação para este carnaval?

Marcus do Val: A expectativa é dar continuidade ao processo de resgate do orgulho dos componentes e da comunidade de Vigário Geral, que todos vejam que a escola vai voltar a ser referência da localidade.

4. Qual será o destaque principal da escola para o desfile?

Marcus do Val: A escola virá muito bem vestida, mas pelo que tenho visto nos nossos ensaios de quadra, serão os componentes, que gostaram muito do enredo e do samba, o principal destaque do nosso desfile.

5. Como está o barracão da escola (fantasias e alegoria(s))?

Marcus do Val: Como todas ou pelo menos a maioria das escolas, Vigário Geral também sente a crise financeira, mas nos adequamos e estamos dando conta do recado. Muita coisa já está feita, mas também ainda temos muito trabalho até o desfile.

6. Como virá a escola, em relação a nº de alas, componentes, quantos setores serão o desfile?

Marcus do Val: Nós vamos vir com aproximadamente 500 componentes e 14 alas, dividas em 4 setores: 1º Setor: Os Vigaristas (Vamos apresentar alguns vigaristas e suas características); 2º Setor: Principais Golpes de Encarnação (Apresentamos alguns golpes, geralmente aplicados nas ruas, que demandam um talento único de interpretação para atrair e iludir as vítimas); 3º Setor: Eles Não Desistem (Mesmo quando não têm sucesso, os vigaristas sempre retornam a sua vocação natural); 4º Setor: Golpes que Vieram com a Modernidade (A modernidade que muitas vezes nos traz facilidades também ajuda a criar novos golpes).

7. Deixe-nos uma mensagem para a galera que acompanha o Carnaval da Intendente.

Marcus do Val: Primeiro gostaria de agradecer a todos que prestigiam o carnaval da Intendente Magalhães, que prestigiam pessoas que doam tempo e amor pela cultura do carnaval e que têm que exercitar a imaginação ao máximo para substituir a falta de recursos por talento e criatividade. Bom senhores, todos que forem assistir aos desfiles da Intendente Magalhães irão assistir a grandes trabalhos de escolas que querem voltar a ser grandes como Arranco, União de Jacarepaguá, Lins e Lucas; e escolas que querem mostrar que chegou a vez delas ser grande como Vigário Geral. Será um dia de grandes desfiles.

Muito obrigado Marcus Vinicius do Val pela participação e ótimo Carnaval!