Confira a Sinopse do Leão de Nova Iguaçu

Publicado por

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA LEÃO DE NOVA IGUAÇU

Carnaval 2021

Dedé da Portela.

Fez da vida poesia e cantou sua alegria em tempo de carnaval!

cd6a0c19-0c37-435b-aeaa-66c6a37ccd5f

“A noite abre o seu manto” para exaltar o poeta!

Chegou a hora de cantar a sua arte, mostrar a única parte que faltou.

É carnaval! Seu brilho e sua história se confundem com a folia.

E nós, “amantes da boemia”, voaremos nas asas da sua poesia!

 

É o destino que escreve as linhas da vida… Nos transporta!

E foi o destino que levou o menino paulista ao Rio de Janeiro… Berço do samba!

Criado no morro, ouvindo as palavras de sua mãe, “este menino cresceu… Ficou homem”…

Fez florescer em seu peito um coração iguaçuano, um coração de sambista.

 

Desceu a ladeira e foi à luta! Pegou no pesado… Mas era na volta da labuta que escrevia.

No caminho de casa, ao longo do trajeto que nasciam suas obras…

Em cada curva um novo verso, em cada breque, uma nova melodia.

E era assim que levava para casa seu sustento e o fruto de sua inspiração.

 

Fez família… E fez do samba sua morada… E mesmo contrariada sua musa lhe apoiou.

Era o destino mais uma vez lhe iluminando e sinalizando o seu caminhar.

E caminhou. Intuitivo, astuto, tinha sua fé acima das religiões… Assim dizia!

Mas quando o calo apertava ao terreiro recorria, “e no ABC dos orixás” Xangô era seu guia.

 

Rubro-negro apaixonado, só trocava o carteado pelo jogo do “mengão”.

E só uma coisa lhe tirava a inspiração: A geladeira vazia…

Dizia ele que a fartura lhe trazia letra, melodia e um belíssimo refrão!

 

Entre blocos das redondezas e rodas de samba nosso poeta ganhou fama…

Caiu nas graças e nas garras do Leão, apaixonou-se e escreveu histórias.

Brilhou e abrilhantou a escola de samba que foi o berço de tantos outros poetas.

Leão de Nova Iguaçu! Que hoje também em forma de samba emoldura sua vida e sua obra.

 

Salve o poeta! Salve o canto iluminado do poeta!!!

Amante da liberdade voou para Madureira… Vestiu o manto azul e branco da Portela.

E numa bela troca, deu seu nome… Ganhou o sobrenome… Incorporou!

Foi assim que a águia altaneira pousou no coração do sambista “Dedé da Portela”.

 

“Um encanto a mais”… “Visão de aquarela” em olhos marejados de orgulho.

Voz firme… Canto forte… Em tantos carnavais “fez nossa gente sambar”.

“Derramou sua arte”… E emocionou cada coração portelense apaixonado.

 

O samba lhe deu grandes parceiros, e o seu talento o levou a outros ares.

No Cacique conheceu a nata do samba… E entre bambas fez um “Canto maior”!

Fez também outros cantos, Imortalizados nas vozes de ases da música brasileira.

 

Agora o Leão vai relembrar quem um dia nos fez viajar… Nos trouxe alegria!

E sua poesia o faz renascer em cada verso, o seu canto lhe fez imortal.

Sua voz nos remete a avenida, foliões aguardando seu grito de partida.

Um “grito negro”… “Um grito de felicidade”… Dááá-lhe Portelaaaaa!!!!!!

 

Hoje eu vou vestir alegria pra contrariar a dor.

Já mandei bordar a fantasia com as cores do dia que já raiou”.

(Trecho do samba de Dedé da Portela em homenagem a Leão de Nova Iguaçu)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.