O G. R. E. S. Acadêmicos da Abolição presidida por Darcy Silveira continua reforçando sua equipe para o Carnaval de 2017. A escola apresentou o novo Diretor da Bateria Feras do Ritmo Douglas Jorge e o novo Coreógrafo da Comissão de Frente Léo Torres.

Douglas Jorge terá a responsabilidade de manter a tradição de boas notas da verde e branca da Zona Norte Carioca no quesito. Será a estreia de Douglas como Mestre de Bateria, ele que é diretor de bateria na Portela.

Léo Torres teve sua última passagem pela co-irmã G. R. E. S. Difícil É O Nome, tendo sido indicado por vários sites especializados como uma das melhores apresentações da passarela popular no carnaval de 2016. Será a estreia solo de Léo como Coreógrafo oficial.

“Então… Eu antes estava na Difícil É O Nome. Lá era uma equipe. Eu, Daniel Ferrão e Anderson Alcântara… Daí eu sai e só ficaram eles dois”, nos esclareceu Léo.

Léo Torres foi o coreógrafo da Ala da Paz na Tradição por 11 anos. Tem formação de ator, e além de atuar é também o produtor do Grupo Teatral LoucAtores, que tem mais de 30 prêmios no Rio de Janeiro.

A escola irá desenvolver o Enredo Óxossi, O Caçador do Carnavalesco Lucas Milato no próximo carnaval. A Abolição foi uma das primeiras escolas a divulgar sua sinopse com exclusividade do nosso Blog e está se preparando com antecedência para fazer um belo carnaval em 2017, após dois rebaixamentos seguidos.

A agremiação desfilará no Grupo D na Intendente Magalhães no próximo Carnaval.