O ano de 2016 está terminando e com ele a comemoração dos 100 anos do SAMBA. Aproveitando as festividades de final de ano e brindando a chegada de 2017, a diretoria da Caprichosos de Pilares divulgou o vídeo-clipe do hino oficial de 2017 do enredo “NÃO DEU PARA MUDAR O COMEÇO, MAS VAMOS MUDAR O FINAL!”, que está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Luiz Fernando Reis.

A Caprichosos de Pilares jamais ficará fora do Carnaval e a prova disso é o trabalho que está sendo feito pela comissão administrativa/carnaval, que faz um agradecimento especial a todos que durante os 67 anos de fundação da agremiação, dedicaram suas vidas, tempo e dedicação à azul e branco da Zona Norte. Quantos memoráveis carnavais a agremiação de Pilares apresentou na avenida e quantos ainda estão por vir com a certeza do amor, da paixão e dedicação de cada componente.

A agremiação, que sempre usou a sátira, a crítica e o bom humor como fórmulas que marcaram os seus carnavais, estará em 2017 com a mesma garra, vontade e determinação para brigar pelo título e voltar à Marquês de Sapucaí.

A presidência, diretoria, segmentos e comunidade da Caprichoso de Pilares desejam aos parceiros, amigos, coirmãs, personalidades do samba, um FELIZ NATAL com paz, amor e harmonia.

Assista o vídeo do Samba de 2017 da Caprichosos Claudinho de Pilares, Fernando de Lima, Márcio Garcia, Aron, Érico Rocha, Cleiton Menezes e Carlinhos Danoninho, com participação especial de Beto Guerreiro, Tio Robson e Cláudio Santoro.

Prazer, sou brasileiro!
O banco levou todo o meu dinheiro
Não tenho mais nada para dar
O que eu tinha acabaram de tomar
Até nos tempos de Cabral
Surrupiaram a sua nau
O jesuita seduziu o curimim
Foi um troca troca sem fim
E os franceses
Passaram a mão no nosso pau brasil
Perdeu! Perdeu!
De longe um grito se ouviu
Nossa lei ser amigo do rei
Toma o teu dá cá o meu                      BIS
Vê se é normal
Prenderam até o nosso herói da federal
Saúde já foi pra cucuia
Debaixo da ponte não tem mais lugar
Tô matando um leão por dia
Pra botar na mesa o feijão do jantar
Se a gente grita ninguém escuta
Somos os filhos da luta
Vem caprichar
A esperança será sempre imortal
Não deu pra mudar o começo
Mais vamos mudar o final
Brasil…Brasil…Brasil
Foi a luta que o pariu
Cuidado malandragem                        BIS
Se alguém gritar eureka
Vai descobrir dinheiro na cueca