O Carnaval de 2018 já começou na Difícil É O Nome. A agremiação, presidida por José Baraçal Grande, renovou com a maioria de seus segmentos e contratou novo mestre de bateria visando fazer um grande carnaval para brigar pelo título da Série C e ascender para a Série B em 2019. A escola divulgou também seu enredo de temática afro para o ano que vem.

A vermelho e branco de Pilares renovou com o Carnavalesco Sandro Gomes, com o Diretor de Carnaval Armênio Herthal, com o Diretor de Harmonia William Leela Ribeiro, com o Intérprete Raphael Bart, entre outros diretores.

O Mestre de Bateria Édson Junior “Bola” se despediu da função de Diretor, mas continua firme e forte na escola e auxiliará o novo Diretor da Bateria Twister, Edinho Mileipp, que saiu da Unidos de Lucas.

Mostrando muita organização, a Difícil É O Nome anunciou o seu enredo para o próximo Carnaval: “OJUOBÁ O SENHOR DA JUSTIÇA E DA IGUALDADE”. A escola foi a 3ª  colocada da Série D em 2017.

Autor da Logo de 2018: Edinho Mileipp

Autor do Arte da Equipe para 2018: Fernando Alvarez