Grêmio Recreativo Escola de Samba Arame de Ricardo

É carnaval são três dias de folia / E o Arame pinta o chão com as cores da alegria!

Bandeira_do_GRES_Arame_de_Ricardo

Fundação: 18/03/1995 (21 anos)

Cores: Azul e Branco

Símbolo(s): Leões Coroados

Bairro: Ricardo de Albuquerque

Presidente: César Eleutério Gomes

Presidente de Honra:

Vice-Presidente: Bené da Pompéia

Escola Madrinha: Beija-Flor de Nilópolis

Bateria: Ritmo Malvado

História: O G. R. E. S. Arame de Ricardo é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

(Em breve)

Carnaval 2018

Grupo: Série B

Ordem de Desfile: 3ª Escola a desfilar na Terça-Feira de Carnaval, dia 13/02/2018, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho/RJ

Enredo: “ÀGBÁIYÉ. DOS ORIXÁS RENASCE A VIDA”

17799213_707444112768325_834725975330707943_n

Logo: Divulgada

Sinopse:

Carnavalesco: Ney Junior

Diretores de Carnaval: Comissão de Carnaval, formada por Thiago Gomes, Samir Trindade e Ney Lopes

Diretores de Harmonia: Guilherme Maia, Luiz Alberto e Fabio de Souza “Fabinho”

1º Casal de MS e PB: Roberto Vinícius e Alana Couto

2º Casal de MS e PB: Anderson Abreu e Eliza Xavier

Coreógrafo da Comissão de Frente: Arthur Rozas

Coordenadores da Ala de Passistas: Emanuel Lima e Sá Morena

Diretores da Ala das Baianas: Nanci Mendes e Bira

Diretor da Velha Guarda:

Presidente da Ala de Compositores:

Diretor de Bateria: Mestre Ronaldo Junior

Rainha de Bateria: Monique Favacho

Musas da Escola: Jéssica Guirgo “Jeh Guirgo” e Kiin Colins

Presidente do Departamento Feminino: Guísela Duarte

Diretora do Departamento Feminino: Joyce Santos

Assessoria de Imprensa:

Autores do Samba-Enredo: Samir Trindade, Elson Ramires, Neizinho do Cavaco, Beto Rocha, Wallace Rodrigues, Paulo Lopita 77, Thiago Alves, Girão Alan Miranda e Jucelio D’Menor

Intérprete: José Paulo Miranda “Zé Paulo”

Samba-Enredo: Definido

Olodumarê ao ver perdida sua criação / No infinito de Orum, reuniu os orixás
Para recriar a vida / Foi Exu o mensageiro a humanidade
Yansã limpou a terra / A chuva cai, no colorido de Oxumarê
Correm as águas de Oxum, ao mar de Yemanjá / Nascem as flores, os animais
Desabrocha a natureza / Ossain concede o poder da cura / Das matas Oxossi é caçador

E Olodumarê sorria / Com a perfeição dos Orixás 

Nanã, a deusa das profundezas / Perguntou ao Deus maior
Se o homem podia desfrutar / Oxalá moldou da lama com suas mãos
Seres de esperança pra viver em paz / Kaô Xangô, espalha a justiça pelos corações
Correm em liberdade os ibejis / Obaluê traz a saúde
Pra vencer a bravura de Obá / Um mundo novo em harmonia

Ôo Ogum com seu cavalo e sua lança / ô luar de Ogum, o Arame vem proteger