O presidente da Escola de Samba Leão de Nova Iguaçu, Oberdan Rodrigues, o Bira, contratou a porta-bandeira Priscila Costa e o mestre-sala Willian Barbosa para formarem o novo primeiro casal da agremiação. Eles serão apresentados no dia 24 de setembro, as 16h, na quadra de ensaios da agremiação e substituírão Leonardo Thomé e Amandah Rodrigues.

O novo casal contam com a experiência de já terem passado diversas vezes pela Passarela do Samba, com apresentações que garantiram prêmios e excelentes notas. E não escondem a satisfação de vestirem as cores da escola de Nova Iguaçu.

A porta-bandeira Priscila Costa começou seu caso de amor com a dança, nas aulas de jazz ainda menina, mais tarde levada por parentes conheceu uma quadra de escola de samba e se apaixonou pela batucada da bateria e pelo rodopiar elegante da porta-bandeira. Ao chegar em casa pediu a sua mãe que a matriculasse numa aula para aprender a conduzir um pavilhão. Foi levada para o Projeto de Mestre-Sala, Porta-Bandeira e Porta Estandarte de Manoel Dionísio, onde aprendeu toda base e recebeu toda técnica para bailar empunhando o estandarte. Sua estreia na avenida foi no Independente da Praça da Bandeira, onde ministrou um projeto para casais mirins. Em seguida foi para o Boi da Ilha do Governador, onde obteve nota máxima, no Grupo B. Logo depois desfilou como segunda da Inocentes de Belford Roxo, sendo mais tarde promovida a primeira com o mestre-sala Peixinho. Passou também pelo Império do Morro em Corumbá, quando com Douglas Valle foram eleitos o melhor casal. E foi campeã, na Boa Vista de Espirito Santo. No Grupo de Acesso defendeu as bandeiras da Alegria da Zona Sul e Inocentes de Belford Roxo.

– Estou radiante em retornar ao carnaval, após dois anos sem dançar por questões profissionais, mas graças a Deus, consegui me organizar e voltei com a responsabilidade de conduzir o pavilhão, vermelho, ouro e branco, que tem um importante peso cultural para o município de Nova Iguaçu. Represento agora uma população de aproximadamente 800 mil habitantes, uma das maiores do Estado do Rio.  Já estamos trabalhando duro, para realizarmos um bom espetáculo para comunidade, na próxima festa em nossa quadra de ensaios. Eu e Willian suaremos a camisa e faremos o impossível para um grande resultado. Meu muito obrigado ao presidente Bira, por confiar em nós para levarmos com amor a bandeira da agremiação iguaçuana – declarou Priscila Costa.

O mestre-sala William Barbosa iniciou sua trajetória aos 6 anos de idade, no Aprendizes do Salgueiro, passando pela Escola de Mestre-Sala e Porta-Bandeira e Porta-Estandarte de Manoel Dionísio e também pelo Projeto de Mestre-Sala de Valdir Galo, na Portela. Afilhado de duas grandes “Deusas” do samba a porta-bandeira Juju Maravilha (in memória) e a veterana Maria Helena.

Sua estreia no Grupo Especial foi na Unidos da Tijuca, permanecendo por 10 anos. Passou pela Beija-Flor de Nilópolis, sendo Estandarte de Ouro revelação em 2000. Também teve passagem pela Império da Tijuca e Gato de Bonsucesso. E participou do carnaval de Macaé.

 – É um grande desafio a chegada na Leão, teremos que conquistar a comunidade com muito respeito, amor e dedicação.

Já estamos ensaiando em busca de um bom resultado final. Minha porta-bandeira e eu vamos lutar para conquistarmos mais uma vitória da nossa querida Leão de Nova Iguaçu. Parece um sonho estar bailando numa das grandes potencias da Baixada Fluminense, que já esteve no Grupo Especial e que se Deus quiser voltará – disse Willian Barbosa, mestre-sala.

A agremiação Iguaçuana será a oitava escola de samba a desfilar no Carnaval de 2018, no dia 12 de fevereiro, pelo Grupo C da LIESB.

Informações:

Avelino Ribeiro / 97037-3417