A Quadrilha do Sampaio, uma das mais antigas quadrilhas de roça do Brasil e a mais tradicional do gênero, e que já deixou o seu nome assinado no carnaval desfilando pela Mangueira, São Clemente e Acadêmicos de Vigário Geral, agora tem uma escola de samba inteirinha pra chamar de sua.

É que a Difícil é o Nome, agremiação que desfila pela Série D, vai levar à Intendente Magalhães, em Campinho, no carnaval de 2017, a história da quadrilha de dança junina que há 60 anos mantém acesa a chama da cultura popular, e da sua fundadora, a Carmen Perrotta.

O carnavalesco Sandro Gomes, brincante de carteirinha e que já dançou no Sampaio, vai contar a história do grupo, fundado em 24 de junho de 1956, no bairro do Sampaio, Zona Norte do Rio, e que segue vitorioso pelas mãos (e passos marcados) de Márcio Perrotta (filho de Carmen).

Campeoníssima, atualmente a quadrilha se apresenta como hors concours e faz tempo conquistou a cidade e se firmou como símbolo do folclore, cultura e tradição.

Fonte: Site Papo de Samba com adaptação

https://www.facebook.com/sitepapodesamba/?fref=photo