SÉRIE DE ENTREVISTAS COM AS PERSONAGENS DA INTENDENTE

Nome: FABIO GIAMPIETRO

Cargo: CARNAVALESCO

Agremiação: G. R. E. S. IMPÉRIO RICARDENSE

Grupo: Série E da LIESB

1. Conte-nos a sua trajetória no Carnaval?

Fabio Giampietro: Iniciei minha trajetória no carnaval assistindo aos desfiles na Marquês de Sapucaí, me apaixonei pelo espetáculo e no mesmo ano me apaixonei pela São Clemente, escola que quando a vi passar eu disse “ano que vem eu desfilo nessa escola”. Ano seguinte como prometido consegui desfilar e o amor cresceu muito mais do que anteriormente. Passei por todos os setores da escola conhecendo assim o funcionamento do começo ao final do carnaval, e sou eternamente grato a Família Almeida Gomes por isso. Carlinhos de Andrade foi meu primeiro professor de carnaval e de lá pra cá tive o prazer de aprender com vários carnavalescos a arte da criatividade, e entre todos, Rosa Magalhães foi quem me passou a minha característica, dentro do padrão de condição da escola claro.

2. Fale-nos do enredo da escola para 2017?

Fabio Giampietro: A Império Ricardense traz em 2017 uma tragédia na avenida, o naufrágio do navio Príncipe das Astúrias ocorrido há cem anos no litoral paulista. Obviamente que lidar com a tristeza não é fácil, resolvi durante o desenvolvimento deixar uma lição ao grande público, que a alegria suplanta qualquer tristeza e com isso transformar a tragédia em uma lição de vida.

3. Quais são as expectativas da agremiação para este carnaval?

Fabio Giampietro: Fazer carnaval com ZERO verba não é fácil, você tem duas opções: ou você pensa ou você pensa. kkkkk Espero que o desfile agrade a todos, quanto a uma suposta classificação não costumo apostar não, carnaval se ganha é na avenida e não depende só de mim, existem acertos e erros às vezes cometidos pelas pessoas que você nem fica sabendo, mas estou confiante sim.

4. Qual será o destaque principal da escola para o desfile?

Fabio Giampietro: Então o destaque principal é segredo kkkkkk mas durante o desfile as pessoas vão se deleitar com surpresas jamais vistas na Intendente de Magalhães. Eu diria que o setor Ilhabela vai chamar bastante atenção.

5. Como está o barracão da escola (fantasias e alegoria(s))?

Fabio Giampietro: O barracão está dentro do cronograma, tivemos um problema com as fortes chuvas no início do ano mas já foi resolvido, as alegorias estão em fase final de ferragem, depois o madeiramento e acabamento, acredito que não tenhamos problemas não.

6. Como virá a escola, em relação a nº de alas, componentes, quantos setores serão o desfile?

Fabio Giampietro: A escola vem com aproximadamente 430 componentes como no ano passado, 15 alas e destaques, um tripé pede passagem e uma alegoria. O enredo está dividido em partes: conta o início da saga do navio de origem espanhola, ressaltando sua última viagem, das classes sociais aos valores nele contidos. A rota foi alterada e isso é um mistério que eu nem quero desvendar kkkkkk O capitão foi parar em Ilhabela onde naufragou após colidir com a Pedra da Pirabura e tudo de valor do navio sumiu… Ai relatamos as lindas baianas que vem mostrando a costa brasileira, suas águas límpidas e cristalinas. Depois o setor naufrágio tem uma passagem rápida e já começamos a passar a linda mensagem de vida com o renascimento após o fatídico acontecimento. Finalizando com uma grande festa no fundo do mar que se deu quando durante o naufrágio, no salão nobre do navio, havia um baile de carnaval que contagiou todo o fundo do mar passando a mensagem.

7. Deixe-nos uma mensagem para a galera que acompanha o Carnaval da Intendente.

Eu Fabio Giampietro carnavalesco espero do fundo do coração que as pessoas consigam captar a mensagem, que saibam que a tristeza jamais pode vencer a alegria independente das suas adversidades. Desejo um ótimo carnaval a todos e boa sorte a todas as co-irmãs.

Muito obrigado Fabio Giampietro pela participação e ótimo Carnaval!