O Carnaval está chegando. A agitação nas escolas de samba e blocos da cidade estão à todo vapor, nos preparativos para o início da folia.

Faltando praticamente uma semana para o início dos desfiles das escolas de samba, muitas delas ainda enfrentam dificuldades para concluir seus trabalhos.

As grandes, que tem uma estrutura melhor para desenvolver seus projetos já estão com quase tudo finalizado, porém, a crise pela qual o país passa tem atingido em cheio as escolas dos grupos de acesso, algumas tendo até desistido de desfilar este ano.

Mas para quem faz um trabalho sério, focado e com o comprometimento necessário para obter resultados, mesmo com a crise não para de trabalhar e luta para mostrar que união, garra e planejamento são fatores imprescindíveis para se vencer uma batalha.

Quem está mostrando isso é o Acadêmicos do Engenho da Rainha, que desde a escolha de seu enredo, tem trabalhado direto para driblar as dificuldades e apresentar um desfile digno de lutar pelo título do grupo B.

Com todos os segmentos preparados para o grande dia, um em especial está ensaiando muito e tem obtido grande sucesso, inclusive reconhecido pelo mundo do samba, que é a bateria comandada pelo Mestre Laion Arc.

– Todos sabemos como se desenvolve o Carnaval na Intendente Magalhães. As dificuldades são muitas, e muitas vezes precisamos contar com ajuda de amigos e companheiros de outras agremiações, inclusive do grupo especial para completar os naipes de ritmistas. Mas graças a Deus temos um time muito bom, coeso e unido. Diz Laion.

Mestre Laion sabe bem o que diz, já tem experiência nos diversos grupos do Carnaval e no comando de uma bateria, pois iniciou bem novo com a escola mirim Infantes do Lins e hoje desfila em várias baterias, algumas fazendo parte do grupo de direção.

Ao ser perguntado sobre quais novidades levará para a avenida ele foi bem taxativo.

– Somos a primeira academia do samba e isso tem um grande peso. O Engenho da Rainha é uma escola que tem expressão e sua história no Carnaval. Estamos com um enredo maravilhoso e um samba também, lindo e forte, então temos que colocar nossa bateria à altura dessas obras e podem ter certeza que isso será feito. Temos ensaiado muito, os ritmistas estão afiados, pois temos ensaiado exaustivamente as bossas que serão apresentadas. Serão 120 ritmistas distribuídos pelos diversos naipes de instrumentos. Vamos dar trabalho! exclama Mestre Laion.

Ao longo do ano de 2016, a escola vermelha e branca surpreendeu, e quieta, sem muito alarde foi trabalhando e se posicionando. Participou de várias visitas em coirmãs de peso como Estácio de Sá e Império da Tijuca, assim como levou para sua quadra outras, como Mangueira, Salgueiro, etc… Participou de eventos diversos e está cada vez se tornando mais conhecida e querida, tanto, que no momento existem pouquíssimas vagas para desfilar.

– A procura está sendo grande para nosso desfile. Desde o início quando lançamos o enredo já tinha gente nos procurando, aí quando começamos a produzir as fantasias já tínhamos um bom contingente formado. Disse o presidente.

O enredo desenvolvido pelo carnavalesco Diângelo Fernandes e Rogério Rodrigues foi um presente para toda a agremiação.

– Falar de um ícone do samba como Zé Keti, com total apoio inclusive da família do homenageado, poder trazer com nosso desfile um pouco de cultura, ainda mais quando estamos vivenciando os 100 anos do samba, é muito bom. Vamos passar na avenida para buscar o título. O Engenho está ficando cada vez mais forte, estamos crescendo e trabalhando para isso. Nossa comunidade merece. Nosso carnavalesco foi muito feliz na escolha desse enredo, vamos pra cima! comentou o presidente Junior Bad Boy.

As fantasias começarão a ser entregues na próxima semana e a escola está com suas alas noventa por cento fechadas. Esse é um ótimo sinal para quem quer fazer bonito na avenida. Ensaios de quadra, ensaios de rua, barracão, tudo andando. Mesmo com todas as dificuldades a primeira academia do samba tem mostrado que vai pisar firme e que podem aguardar o sacode da bateria de Mestre Laion.

– Somos o coração da escola, e podem ter certeza que ele vai bater forte. Não vou contar os segredos, mas garantimos que o povo da Intendente Magalhães assistirá um belo desfile e vai presenciar o sacode de nossa bateria. Nosso Mestre Ze Keti de onde estiver irá nos abençoar. Se preparem porque a ORQUESTRA DE OURO vem aí! diz Mestre Laion bastante confiante.

O Acadêmicos do Engenho da Rainha leva para a avenida o enredo “Ze Keti – A Voz do Morro Sou Eu Mesmo Sim Senhor” com o desenvolvimento do carnavalesco Diângelo Fernandes e Rogério Rodrigues. Será a 5ª escola a desfilar, na terça-feira (28), na disputa pelo título do grupo B do carnaval carioca.

Fotos: Jaylton Pimentel