A Unidos de Lucas recebeu no último domingo os sambas concorrentes para o carnaval 2019, cinco parcerias foram inscritas na disputa, a apresentação dos sambas será no sábado, 1º de setembro ma quadra da agremiação.

Com o enredo “Do Galo de Barcelos ao Galo de Ouro, Lucas conta uma história de fé e justiça”, de autoria dos carnavalescos: Ney Junior, Walter Guilherme e Cristiano Plácido, a Vermelho e Ouro do bairro de Parada de Lucas, abrirá os desfiles da Série B na terça-feira de carnaval, no dia 5 de março na Estrada Intendente Magalhães.

Sambas Inscritos:

Samba 01 – Compositores: Welington Mindu, Flavinho Bento, Jaílton Russo, Pestana, Bruno Serrinho, Rodrigo Medeiros, Guto Listo e Fábio Braga

Era uma vez / História de português / Verdade que se sabe até aqui

O grande milagre se faz existir / Galego viajante em seu penar / Juiz não quis acreditar

Nem a corda no pescoço pode me calar / Quem diz verdade não merece o castigo

O banquete vai cantar / Pra confirmar o que eu digo

Viagem direto ao espaço o bem sempre vence a final

Reescrever a memória da nossa vida real

Aqui nunca vi preconceito / Nem falta respeito ao cabelo não nega

Um lava-jato geral mas sem dinheiro na cueca / Eleita a paz e igualdade

A diversidade saiu a sambar / Felicidade retorna a cada olhar

Minha vera cruz / Tu és de novo a pátria mãe gentil / É só comemorar meu Brasil

Na força do povo Unidos de Lucas / Meu galo de ouro não foge a luta

A fé nos embala a vencer duelos / Salve o Galo de Barcelos

 

Samba 02 – Compositores: Waldir Basílio, Licínio Simpatia, Joca Amaral, Dom Mosquito, Lelei, Dário, Walnir Inspiração e Dr. Jorge Lucena

De um canto / Vi raiar a liberdade / Lenda e mistério lá de Portugal

O Galo de Barcelos é o temo / Nesta viagem uma história genial

No espaço alcançou a plenitude sideral / Enfim voltou pra completar a trajetória

Seus feitos e glórias / Tornou-se imortal / É a musa do meu carnaval

Quer direito de igualdade / Liberdade de expressão

Sem dinheiro na cueca / Chega de corrupção

Não importa a cor / Sexo ou religião / Nós também fazemos parte

Dessa miscigenação / Se ela quer virar menino / E ele vestir calcinha

Cada um na sua praia / Agora chega de homofobia

Com a explosão da bateria / O galo de ouro contagia a multidão

Vou me embalar nesta folia / Delírio de tanta paixão

Samba 03 – Compositores: Sidinho, Orelha, Luis Carlos, Felipe Cássio, Luisinho Coroa, Rosângela, Fogueira, Celso dos Tamancos, Renan e Sérgio Pinto

Intérpretes: Sidinho, Lico Monteiro e Bia Lopes

Uma história pra vida exaltar / Um conto das terras do além mar

A lenda do galo morto que cantou / Da forca um inocente salvou

Pelos quatros cantos de Portugal / Virou atração nacional

Um símbolo de luz adorado / Que num balão ao espaço foi lançado

Mas decidiu a terra voltar / Pra sociedade brasileira transformar

Nas terras tupiniquins de novo cantou / A sexualidade geral liberou

Se é ele ou ela, qual é o problema? / Nasceu João, mas, quer ser jurema

Na lava jato… faxina total / Tudo foi parar no Supremo Federal

Até Cabral devolveu o “pau-brasil” / E dinheiro na cueca ninguém mais viu

Preconceito é coisa do passado / O negão com a lourinha está casado

Não tem mais multa nem lixo no chão / Tudo funciona na saúde e educação

Hoje unidos na intendente / O galo assado é candidato a presidente

Em Lucas ou Barcelos, é devoção / No vira ou no samba, desperta paixão

Da justiça e da fé, fiel mensageiro / Sou Galo de Ouro Luso-Brasileiro

Samba 04 – M. Sheik, Ney do Pagode, Branco, Tinta Forte, André Kabala, Pelé Hostinho, Rosali Ahumada Carvalho e Robson Moratteli

Intérpretes: Marquinhos Silva e Rafael Tinguinha

Hoje meu banquete é na avenida / O galo canta emanando emoção

De um conto deu asas à imaginação / Ao norte foi sorte de um pelegrino

Fez da liberdade seu destino / De Barcelos pro mundo

Oriundo da justiça milenar / Ganhou espaço cantou pra subir

Veio parar em terras tupiniquins

A minha fama fiz prevalecer / Uma bela história vim pra escrever

Um novo Brasil unidos no amor / A fé superando a dor

Tolerância desabrocha em poesias / Igualdade social justa primazia

Vou mandar pra Cochinchina

Quem bulir meu capital

Ser honesto um lado bom pra se viver / Lucas… não dá o rato o que comer

Esse arco-íris sem igual / Abrilhantou o nosso carnaval

Quero ver meu povo vibrar / E esse chão vai tremer, comunidade a cantar

Unidos de Lucas, chega pra te emocionar

 

Samba 05 – Compositores: Jacopetti, Charles Silva, Di Menor, Beto Marçal, Cavanha, Marquinhos Valério, André Ricardo e Beiço Rosa

É Unidos de Lucas o meu grande amor / Hoje peço igualdade, respeito e valor

Por um dia melhor para nossa nação / Canta Galo de Ouro do meu coração

Portugal… / Em suas terras a injustiça imperou / Onde um jovem peregrino

Teria o seu destino / Condenado a penal capital / Num toque divinal

O galo cantou, a justiça reinou / De Barcelos o mito a despertar

O sol da esperança sempre vai brilhar

Ora pois, encantou / Nos braços do povo despontou

Na fé… adoração / Pintado de ouro no meu pavilhão

Subiu aos céus ao encontro do criador / Sem julgar ais réus perdoou

Aportou em nosso chão / Pra onde levam o nosso quinhão?

O amor pinta o arco-íris / Nesse céu azul anil

Vem que juntos nós somos mais fortes / Vamos mudar a nossa sorte

Passar a limpo o Brasil / Vem mostrar o que é garra de verdade

Com a força da comunidade / Dar um fim a impunidade

Foto Eduardo Hollanda