G. R. E. S. Embalo do Engenho Novo – Carnaval 2019

Enredo: “CERVEJA, O COMBUSTÍVEL DA ALEGRIA

Presidente Administrativo: Rogério Oliveira “Déo”

Vice-Presidente Administrativo: Gian Carlo Gonçalves

Presidente de Honra: Luísa Vieira

Carnavalesco: Cristiano Prado e Adriano Chandon

Embalo do Engenho Novo irá desfilar na Série E, no sábado das campeãs, dia 09/03/2019, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ e apresentará o enredo CERVEJA, O COMBUSTÍVEL DA ALEGRIA, de autoria do carnavalesco Cristiano Prado.

A grande final de samba-enredo será realizada no próximo domingo, dia 18/11, a partir das 15 hs, na Vila Olímpica do Sampaio, onde será prestada homenagem ao Grande Baluarte do Samba Andrade Chefia.

4 sambas participam da grande final do Embalo do Engenho Novo:

Samba 1

Compositores: Nego Léo, Amaral, Betinho do Andaraí, Paulo Sheik, Ivan da Galvani, Jotapê, Cláudio Emiliano

Desce uma gelada… Pra festa começar / É dia de matar a sede

Na praia ou na balada, na mesa de bar / Ou só de patrão, deitado na rede

Pra ter mais prazer… E ser bem melhor / É só beber… Cerveja / As antigas civilizações

Já provavam o sabor do cereal / Com sublime toque de mulher / Paladar tão surreal

Do Oriente ao Egito / Todos se renderam a bebida

Oferendas pra louvar aos deuses / E celebrar a vida

Nos mosteiros a receita se aprimorou / E se espalhou no velho continente

Bem mais tarde no Brasil / Desembarcou pra nossa gente

Nos festivais, tem de todo tipo… / Artesanais… Gostos infinitos

Se fez industrial… Paixão Nacional / Subiu a serra com os mestres cervejeiros

No Rio de Janeiro, levanta o astral / Comemorando um gol… Só pra ficar legal

Mais uma cerveja… Chegou o Carnaval

Vou bebemorar no embalo do samba / Nos braços do povo

O combustível pra te alegrar / Hoje vem… do Engenho Novo

 

Samba 2

Compositores: Betinho Santana e Pezão

Agora o bicho vai pegar / Só pra relaxar, um bate papo na esquina

Depois da labuta, vou à luta / A noite não termina

Falo de futebol, quanta emoção / De carnaval, minha paixão

Vou levando a vida / Na maior curtição

Não adianta saideira / Vou beber até cair

Se for para pagar / Pago antes de beber

Nos primórdios da história / Interessante a experiência da mulher

Enquanto o homem pega no pesado / Ela dá o seu recado, pede a deusa muita fé

O Mundo inteiro aprovou / Eu também quero saborear

Nem mesmo Dom João pode conter / Elogiou o paladar

Hoje o Embalo do Engenho Novo / Traz a cerveja para gente bebericar

Nesse embalo eu vou me divertir / Uma cerva bem gelada

Com minha rapaziada / Vou beber até cair

 

Samba 3

Compositores: Jorge Tafarel, Carlão de Quintino, Nini de Sá, Ricardinho Professor, Tião Malandro e PC

Ei você aí / Me traz uma cerva bem gelada / Quero esquecer a tristeza

A realidade, curtir a emoção / Neste clima de festividade

Um requinte artesanal / Nos braços da comunidade

Engenho Novo faz seu carnaval / Buteco é cultura de verdade

Filosofia bailando no ar / Feliz da vida eu vou torcer para o meu time ganhar

Desce a saideira vou comemorar / Garçom essa conta é pra pendurar

Na quarta-feira eu volto a pagar

Veio do além-mar / Essa alquimia milenar / Cevada é alimento, medicação

Faz a alegria no meu pavilhão / Oferecida aos deuses em noites de rituais

A produção se espalhava / Cobiçada para fins comerciais

Deixa clarear, o jogo vai virar / Vou tomar um porre de felicidade

E preparar o coração / Pra ver o meu Embalo com a taça na mão

 

Samba 4

Compositores: Márcio Oliveira, Bira do Império, Bira Pinheiro e João Carlos

Levanto as mãos pro céu e agradeço / de azul e amarelo… bate no peito sou fiel

vem brindar… Lavar a alma/ nesse enredo divinal / cerveja… o combustível da Alegria

vamos fazer a festa e brincar o carnaval

Para a cultura dessa massa / o sumério iniciou…

da Mesopotâmia… onde é que foi parar?

no Embalo do Engenho Novo… beber cerveja até o dia clarear

no tempo dos primórdios existia / o cultivo da cevada que legal

o chinês com altivez o produziu / no antigo Egito, o remédio surgiu

oferendas, aplacou a ira dos Deuses / o belga, o alemão e o irlandês

o Tcheco celebrou e degustou / foi Maurício de Nassau o holandês que fez

Diplomacia nas terras tupiniquins / Dom João… bebeu do jeito que ele quis

hoje uma loira bem gelada / Rompendo a madrugada, nesse Belo festival

na terra do samba, da mulata e futebol

Quero ver quem é? / eu sou o embalo com fé, tenho samba no pé, amor e axé

um copo de cerveja ao Orixá / peço licença ao protetor pai Oxalá 

*A escola não nos enviou o áudio do samba

 

Serviço:

Final de Samba Enredo 2019

Domingo: 18/11/2018

Horário: a partir das 15 horas

Local: Vila Olímpica do Sampaio – Rua Antunes Garcia 12, Bairro do Sampaio

Entrada Franca

Reservas de Mesas: Martha (99772-2256) e/ou Liane (99278-3692)

Serão aceitos Cartões

Show com todos os segmentos da escola com homenagem ao Baluarte do Samba Andrade Chefia