Grêmio Recreativo Escola de Samba Embalo do Engenho Novo

De azul e amarelo eu pintei o meu coração, com as cores do meu pavilhão!

É nesse Embalo que eu vou, amor / Engenho Novo é minha paixão / Vem pra avenida cair na folia / Que emoção!

Engenho Novo vem cantar e vem sorrir / Cai nessa festa quero ver você feliz!!!! / Papagaio vai voar e vai dizer… / Oh! Meu Embalo é sua hora sua vez!!!!

17523592_1830979943829578_8319997039542226981_n

Fundação: 24/02/2001 (16 anos)

Cores: Azul e Amarelo

Símbolo(s): Instrumentos Musicais

Bairro: Engenho Novo

Sede/Quadra: Rua Vinte e Quatro de Maio, 983, Engenho Novo, Rio de Janeiro, RJ

Barracão:

Presidente: Rogério Déo 

Presidente de Honra: Luísa Vieira

Vice-Presidente: Gian Carlo Gonçalves

Escola Madrinha:

Bateria: Cadência do Samba

22540036_1886538801674956_7363609746659028968_n

História: O G. R. E. S. Embalo do Engenho Novo é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

O Embalo do Engenho Novo foi fundado como Grêmio Multifuncional e Cultural Bloco Carnavalesco Embalo do Engenho Novo na ladeira da Rua Visconde de Santa Cruz, subida do Morro da Matriz, um dos mais antigos redutos de bambas, citado em letras de músicas de Noel Rosa, Wilson Batista, Bide e Marçal, entre outros sambistas, onde abrigou uma das primeiras escolas de samba do Rio de Janeiro, o G. R. E. S. Aventureiros da Matriz. Com toda essa herança e DNA correndo nas veias, esse grupo de sambistas decidiu que já era hora de ousar, crescer e virar escola de samba e contemplar os cariocas com os mais belos carnavais na Intendente Magalhães.

embalo

Carnaval 2018

Grupo: Série E

Ordem de Desfile: 11ª Escola a desfilar no Sábado, dia 17/02/2018, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho/RJ

Enredo: “33, DESTINO D. PEDRO II”

19989260_1486577711434804_8465931576910731731_n

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

https://sambanaintendente.blog/2017/08/08/confira-a-sinopse-do-embalo-do-engenho-novo/

Carnavalesco: Cláudio Almeida

Diretor de Carnaval: Ricardo Harmonia

Diretor de Harmonia: Dieguito Barcelos

1º Casal de MS e PB: Marvyn Souza e Marcela Tavares

2º Casal de MS e PB:

Coreógrafa da Comissão de Frente: Jéssica Guirgo “Jeh Guirgo”

Coordenadora da Ala de Passistas: Sílvia Jesus “Silvinha Maravilha”

Diretora da Ala das Baianas:

Diretor da Velha Guarda:

Presidente da Ala de Compositores:

Diretor de Bateria: Mestre Wanderson Ribeiro

Rainha de Bateria: Juh Quintiliano

Madrinha da Bateria: Amanda Quintiliano

Musas da Escola: Vanessa Matheus, Jacqueline Sapucahy, Juliana Borges, Rachel Duran, Kely Oliver e Kayllana Bitencourt

Assessoria de Imprensa:

Diretora de Patrimônio: Luisa Vieira

Diretor de Marketing e Relações Institucionais: Hugo Richard

Autores do Samba-Enredo: Guará e Jorginho das Rosas

Intérprete: Sidney Good, Bebê e Carlão

Samba-Enredo: Divulgado

VAMOS SUBLIMAR EM POESIA / A RAZÃO DO DIA A DIA
PRA GANHAR O PÃO / ACORDAR DE MANHÃ CEDO
CAMINHAR PRA ESTAÇÃO / E CHEGAR LÁ EM D. PEDRO
A TEMPO DE BATER CARTÃO

NÃO É MOLE NÃO / COM A INFLAÇÃO
ALMEJAR A REGALIA / E O PROGRESSO DA NAÇÃO

O SUBURBANO QUANDO CHEGA ATRASADO / O PATRÃO MAL-HUMORADO
DIZ QUE MORA LOGO ALI / MAS É PORQUE NÃO ANDA NESSE TREM LOTADO
COM O PEITO AMARGURADO / BALDEANDO POR AÍ

IMAGINE QUEM VEM LÁ DE JAPERÍ

OLHANDO A MENINA DE LAÇOS DE FITA / BATUCANDO NA MARMITA
PRA NÃO VER O TEMPO PASSAR

ESQUECENDO DA TRISTEZA / QUANDO O TREM AVARIAR

E NA VIAGEM TEM JOGO DE RONDA, DE DAMAS E REIS
VENDEDORES, CARTOMANTES, REPENTISTAS / TIRAM ONDA DE ARTISTA
NO FAMOSO “TRINTA E TRÊS”
O TROMBADINHA QUASE SEMPRE SE DÁ BEM
O PAQUERA APANHA QUANDO MEXE COM ALGUÉM

NÃO É TÃO MOLE ANDAR DE PINGENTE NO TREM