O G. R. E. S. Acadêmicos do Engenho da Rainha comunicou que Alan Brener assumiu a Coordenação da Ala de Passistas da agremiação. A escola agradeceu a Sra. Rosângela Oliveira que estava a frente da ala desejando-lhe sucesso em sua nova jornada.

O novo coordenador de passistas da primeira academia do samba iniciou em 2007 na ala mirim do GRES Esperança do Amanhã do carnaval de Nova Iguaçu.

Acompanhando desfiles pela TV, sua paixão pela arte do samba despontou. Passou também pela escola mirim Tijuquinha do Borel, até que, depois de se firmar passou a fazer parte das escolas maiores. Foi passista do Acadêmicos do Sossego, Inocentes de Belford Roxo e Muso no Império da Uva, escola iguaçuana que vem despontando nos desfiles da Intendente.

“Agradeço ao presidente Hernalton Portuga do Império da Uva e ao presidente Junior BadBoy pela oportunidade e confiança. Minha escola de coração é a Unidos da Tijuca.”

Alan Brener, conhecido como “Rei Nahm Ergey”, terá uma assistente que desenvolverá com ele o trabalho da ala. Será Aline.

“Ela é meu braço direito. Essa amizade vem de muito tempo e por ela ter mais experiência no mundo do samba não tem pessoa melhor.

Com a passagem pelo mundo do samba eu conquistei muitos amigos passistas, femininos e masculinos. Muitos ainda fazem parte do meu projeto – Aprendiz do Rei.

É com essa força e essa união dos meus amigos, que eu vou montar meu trabalho na Engenho.

Sou muito esforçado no que eu faço e ser um coordenador será uma grande responsabilidade. Agora vou poder mostrar meu trabalho e realizar meu grande sonho. Lutei muito almejando este cargo. E hoje, estou aqui!”, falou Alan.

A nova ala de passistas será apresentada no próximo evento da escola, com data prevista para o dia 22 de outubro, quando será a apresentação dos sambas concorrentes para o Carnaval 2018.

A presidência, diretoria e comunidade do Engenho da Rainha desejam muito sucesso para a nova ala e um excelente trabalho rumo ao desfile principal.

Vale ressaltar que o enredo desenvolvido homenageará os 90 anos da Estácio de Sá, sob o título: Deixa Falar: O Que É Que Há – Academia do Samba Hoje Sou Estácio de Sá, de autoria de Guilherme Diniz, Rodrigo Marques e Rogério Rodrigues.

Fotos: Divulgação