🎤 VOZES DA INTENDENTE

“É disso que eu tô falando!”

Nome: Raphael Krek

Intérprete Oficial da Acadêmicos da Abolição

Profissão: Trabalho em um escritório de advocacia

Idade: 32 anos

Escola do Coração: Estação 1ª de Mangueira

1. Como foi o seu início no samba?

Minha avó por parte de pai foi por muitos anos presidente da velha-guarda do Engenho da Rainha com isso eu estava sempre na escola e minha tia avó por parte de mãe foi uma das fundadoras da Caprichosos de Pilares, o samba sempre esteve presente.

2. Conte-nos a sua trajetória no Carnaval?

Desde os 12 anos eu tive um grupo onde era músico e cantor e cantava em alguns blocos do RJ até ser convidado pelo meu amigo Daniel Silva, após a indicação do Asprilla (Harmonia), a ingressar no seu time de canto em 2012 para o carnaval de 2013, nesse período passei por algumas agremiações ajudando grandes amigos nas escolas como: Paraíso do Tuiuti, Império da Tijuca, Unidos do Cabuçu, Engenho da Rainha, Unidos da Ponte, Unidos de Cosmos, Difícil é o Nome, Castelo Imperial (Macaé) e estou aí nessa correria até quando Deus permitir.

3. Como é para o Cantor/Intérprete quando o samba de sua preferência nas disputas de samba-enredo não é o escolhido?

O profissionalismo tem que estar acima de tudo, apesar de haver o gosto, o que for definido pela agremiação tem que ser abraçado por todos.

4. Além de cantor oficial na escola, você também cantará por outras agremiações em 2018?

Virei ajudando um grande amigo na Difícil é o Nome.

5. Você vive de cantar samba? Você compõe também?

Não. Também componho sim, esse ano inclusive passará na Intendente um samba que incluo a parceria na Villa Rica.

6. Qual é o seu ídolo no carnaval (na função)?

Difícil você citar diretamente um ídolo, todos são espelhos cada um de um ponto de vista.

7. Algum segredo para manter a voz em dia antes do desfile?

O maior segredo pra mim é manter a tranquilidade e estar sempre focado no que irei executar, sempre confiante.

8. Você tem algum caco? Se positivo de onde veio a inspiração?

Não tenho um caco específico, faço caco, mas foco mais a sustentação do samba.

9. Fale-nos do samba-enredo da escola para 2018?

A escola virá falando sobre um assunto muito sério e que todos nós devemos nos “conscientizar”, que é a preservação da natureza. Com profissionais de muita qualidade o tema será muito bem abordado.

10. Qual é o seu maior sonho?

Tenho um grande objetivo, não diria um sonho, mais tudo tem o seu tempo e não tenho pressa, se tiver de ser, será.

11. Deixe-nos uma mensagem para a galera que acompanha o Carnaval da Intendente.

Apesar das adversidades que todos nós do mundo do samba estamos passando com essa gestão atual na política da nossa cidade, é hora de nós mostrarmos que somos mais fortes que isso, se não podemos fazer boas fantasias devido a falta de recursos, podemos cantar, cantar, cantar e cantar, se não podemos ter as melhores alegorias podemos dançar, se divertir e sambar. Então galera esqueça os problemas e vem pra INTENDENTE curtir. É DISSO QUE EU TÔ FALANDO!

Obrigado Raphael Krek pela participação e ótimo Carnaval!