GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA ROSA DE OURO

Sou Rosa de Ouro eterna paixão, respeite as cores do meu pavilhão

Ouro, azul e branco / É a cor do pavilhão / Rosa de Ouro minha vida / Escola do meu coração

O dia chegou / Lá vem ela tão bela / Com toda emoção / Vai conquistar o seu coração

Quem não conhece, vai conhecer / Rosa de Ouro vem aí / Respeite o nosso pavilhão

Bandeira_do_GRES_Rosa_de_Ouro

Fundação: 17/05/1970 (48 anos)

Cores: Ouro, Azul e Branco

Símbolo: Rosa Dourada

Bairro: Oswaldo Cruz

Sede/Quadra: Rua Coelho Lisboa, 201, Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ

Barracão: Travessa Carlos Xavier, 397, Campinho, Rio de Janeiro, RJ

Presidente: Hélio José “Helinho”

Vice-Presidente: Nilse Fran

Presidente de Honra:

Escola Madrinha: G. R. E. S. Portela

Bateria: Swing de Ouro 

GRES ROSA DE OURO

Carnaval 2019

Grupo: Série D

Ordem de Desfile: 3ª Escola a desfilar no Domingo de Carnaval, dia 03/03/2019, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ.

29468036_985049594977248_2056202514784583680_n

Enredo: “IAMANDU E JACI. O SOPRO DA CRIAÇÃO”

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

https://sambanaintendente.blog/2018/05/08/confira-a-sinopse-da-rosa-de-ouro/

Carnavalescos: Ruan Morais de Lucena e Maria do Rosário

Diretor de Carnaval:

Diretor de Barracão:

Diretor de Harmonia:

1º Casal de MS e PB:

2º Casal de MS e PB:

Coreógrafo(a) da Comissão de Frente:

Coordenador(a) da Ala de Passistas:

Diretor(a) da Ala das Baianas:

Presidente da Velha Guarda:

Presidente da Ala de Compositores:

Diretor de Bateria: Mestre Leonardo Augusto Gomes dos Santos “Leozinho”

Rainha de Bateria: Cristiane Carvalho

Musa(s):

Assessoria de Imprensa:

Diretor de Barracão:

Autores do Samba-Enredo: Victor Rangel, Jéferson Oliveira, Vinícius Ferreira, Rafael Gigante e Luís das Faixas

Intérprete: Gustavo Muniz

Samba-Enredo: Definido

A beira da fogueira o sábio me contou / Que Iamandu surgiu para criar

Todos os seres existentes os rios o mar… / Rosa de Ouro que encantou Jaci

Fez florescer felicidade / Brilha o mito Guarani / Na criação da humanidade

O bem e o mal é pura energia / Tem magia tem magia

Em argila um ritual de paixão / Bate forte o pé no chão

Tumé Arandú / Profeta de um novo porvir

Marangatu lidera o povo a seguir / Mais nasce então um menino

Oposto de um mundo sereno / Na maldição em seu destino

Se afoga em seu próprio veneno / Gira Kerana samba kurupy

Desaguá na avenida Mboi Tui / Em cada olhar a fé / Na pele branca a força de um pajé

Minha tribo guerreira vai passar / De arco e flecha, lança e cocar

A luz da lua com a força de um trovão / O sopro da criação

 

História: O G. R. E. S. Rosa de Ouro é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

O bloco Rosa de Ouro foi fundado em maio de 1970 por integrantes da Ala dos Impossíveis da Portela. Nomes como Candeia, Valdir 59, Bidi e Wanderley Francisco fundaram no bairro de Oswaldo Cruz o Bloco Carnavalesco Rosa de Ouro com o intuito de se divertirem e pularem carnaval no bairro.

O nome escolhido faz uma alusão ao musical “Rosa de Ouro” criado por Cartola e Dona Zica, onde, na década de 60, se apresentava a cada turnê pelo país uma nova Rosa de Ouro, como por exemplo Paulinho da Viola, Clementina de Jesus, etc… Inclusive, Paulinho da Viola compôs uma música chamada Rosa de Ouro.

Nos anos 70 e 80 o bloco teve notória participação na disputa dos blocos de enredo do Rio de Janeiro, chegando inclusive ao primeiro grupo de blocos na década de 80. Porém, os anos 90 foram de muitas dificuldades e o Rosa de Ouro quase encerrou suas atividades.

Nos anos 2000, apoiado pelo seu patrono Marcos Falcon, o Rosa de Ouro se reestruturou e chegou ao grupo de disputa das escolas de samba, se transformando, então, em Grêmio Recreativo Escola de Samba Rosa de Ouro.

Seu único título no carnaval ocorreu em 2006 quando, pelo Grupo E, apresentou o enredo “Rosa de Ouro é comércio, festa e arte na feira de Caruaru” do carnavalesco Humberto Abrantes.

Em 2016 o Rosa de Ouro sofreu um duro golpe com a morte de seu presidente de honra e patrono Marcos Falcon (que havia sido inclusive enredo da escola em 2009 “Não há limite para o sonho. Quem ousa vence”). Para ocupar o lugar do presidente de honra foi nomeada Nilce Fran, uma das maiores passistas da história da Portela e filha de Wanderley Francisco, um dos fundadores da agremiação.

Fontes: Wikipédia e Samba na Intendente

Ficha Técnica de 2018: https://sambanaintendente.blog/2017/06/27/serie-c-rosa-de-ouro-3a/