Carnaval 2022 – Rosa de Ouro / Série Prata

Publicado por

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA ROSA DE OURO

Sou Rosa de Ouro eterna paixão, respeite as cores do meu pavilhão

Ouro, azul e branco / É a cor do pavilhão / Rosa de Ouro minha vida / Escola do meu coração

O dia chegou / Lá vem ela tão bela / Com toda emoção / Vai conquistar o seu coração

Quem não conhece, vai conhecer / Rosa de Ouro vem aí / Respeite o nosso pavilhão

Bandeira_do_GRES_Rosa_de_Ouro

Fundação: 17/05/1970 (51 anos)

Cores: Ouro, Azul e Branco

Símbolo: Rosa Dourada

Escola Madrinha: G. R. E. S. Portela

Santo Padroeiro: São Jorge

Bairro: Oswaldo Cruz

Sede/Quadra: Rua Coelho Lisboa, 201, Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ

Barracão: Travessa Carlos Xavier, 397, Campinho, Rio de Janeiro, RJ

Presidente Administrativo: Nilse Fran

Vice-Presidente Administrativo: Nancy Wanderley

Presidente de Honra:

Diretora Cultural: Sílvia Borges

Carnaval 2022

Grupo: Série Prata da Superliga

Ordem de Desfile: 11ª Escola a desfilar na Terça-Feira de Carnaval, dia 01/03/2022, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ

Enredo: “COROACI, A TERRA DO SOL”

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

Autoria e Texto da Sinopse: Cesar Pedrote Portela e Felipe Saldanha

Rosa de Ouro divulgou sua Sinopse

Carnavalescos: Cátia Calixto, Felipe Saldanha e Cesar Pedrote Portela

Comissão Artística: Diego Portelinha e Elaine Lourenço Moreira

Diretores Gerais de Carnaval: Julio Cesar Caju e Allan Corrêa

Comissão de Harmonia: Thaissa Almeida, Juci Flôr, Patrícia Brasil e Rachel Pinheiro

Diretor de Barracão: Luiz das Faixas

1º Casal de MS e PB: Willian Miranda e Aline Lima

2º Casal de MS e PB: Vagner Cherem e Lu Rufino

Coreógrafo da Comissão de Frente: Jan Oliveira

Coordenadores da Ala de Passistas: Leslye Gomes e Lucas Alexandre

Diretoras da Ala das Baianas: Maria Cristina e Nana Serpa

Presidente da Velha Guarda: Nancy Wanderley

Diretores da Ala “Os Impossíveis”: Daniel Calixto, Margarida Jordão e Maria Eliza Jordão

Presidentes da Ala de Compositores: Madalena e Valtinho Botafogo

Diretora do Departamento Feminino: Sueli Serra

Bateria Swing de Ouro

Mestre de Bateria: Wagner Cabral “Muguinho”

Diretores da Bateria: Nando Gigante, Junior Micão, Wanderson Ribeiro, Rômulo Santos, Marlom Victor, Marcos Paulo, Sidclei, Yago Trajano, Rodrigo Sapo, Ronaldo, Marlon Costa e Jonnas

Rainha de Bateria: Nana Ferreira “Nay Simpatia”

Musa(s): Jéssica Estrasse, Sá Morena, Amanda Oliveira, Denise Rodrigues, Victoria Murta, Joyce Gomes, Camila Botafogo, Alessandra Marques, Mariana Vega Jordáo

Muso(s): Daniel Oliveira

Assessoria de Imprensa:

Autores do Samba-Enredo: Wanderley Monteiro, Waltinho Botafogo, Victor Rangel, Edson de Jesus, Rafael Gigante, Robson Moratelli, Vinícius Ferreira, Jefferson Oliveira, Rogério Lobo, André do Posto 7 e Edmar júnior

Intérprete: Edinho Gomes

Cantor(es) de Apoio:

Samba-Enredo: Definido

CAI A NOITE, JACI A LUZIR  SONS E VOZES ESTÃO POR AQUI

EMANA A ENERGIA, SOPRA O VENTO

DA NATUREZA, AMOR E SENTIMENTO / NESSE SOLO REPOUSA MAGIA

PARAÍSO DAS ENCANTARIAS / OS RAIOS DE TEPÓ REVELAM OS AIMORÉS

MUDANÇA DAS MARÉS, TEM RITUAL

OS CORPOS GANHAM COR, A MATA DEU SINAL

A FLECHA EM ALERTA / PRA COMBATER O MAL

CHORA O CÉU, INUNDA A ESPERANÇA

EU, BRAVO CAÇADOR AFOGO AS MÁGOAS

PROTEJA MEU CAMINHO: OH, CURIANÃ!

ME BANHO NAS ÁGUAS DE UM NOVO AMANHÃ

NÓS SOMOS RESISTÊNCIA PRA VENCER

O HOMEM BRANCO E SUA EXPEDIÇÃO

NÃO SABE O QUE É AMOR, TÃO POUCO O PERDÃO

SEU FOGO É CHAMA DE AMBIÇÃO / MAS, O BEM NÃO IRÁ SUCUMBIR

NA MATA UM FORTE TROVÃO RELUZIU

ANUNCIANDO QUE LUTA A É ETERNA / MEU GRITO DE ALERTA

CONTRA O DESCASO E A DESTRUIÇÃO

ÍNDIO É DE PAZ, / MAS SE RENDER JAMAIS

É ROSA DE OURO, A MINHA RAIZ  A TRIBO É QUEM DIZ

NA TERRA DO SOL, O AMOR VAI SURGIR  JOIA RARA, COROACI

História: O G. R. E. S. Rosa de Ouro é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

O bloco Rosa de Ouro foi fundado em maio de 1970 por integrantes da Ala dos Impossíveis da Portela. Nomes como Candeia, Valdir 59, Bidi e Wanderley Francisco fundaram no bairro de Oswaldo Cruz o Bloco Carnavalesco Rosa de Ouro com o intuito de se divertirem e pularem carnaval no bairro.

O nome escolhido faz uma alusão ao musical “Rosa de Ouro” criado por Cartola e Dona Zica, onde, na década de 60, se apresentava a cada turnê pelo país uma nova Rosa de Ouro, como por exemplo Paulinho da Viola, Clementina de Jesus, etc… Inclusive, Paulinho da Viola compôs uma música chamada Rosa de Ouro.

Nos anos 70 e 80 o bloco teve notória participação na disputa dos blocos de enredo do Rio de Janeiro, chegando inclusive ao primeiro grupo de blocos na década de 80. Porém, os anos 90 foram de muitas dificuldades e o Rosa de Ouro quase encerrou suas atividades.

Nos anos 2000, apoiado pelo seu patrono Marcos Falcon, o Rosa de Ouro se reestruturou e chegou ao grupo de disputa das escolas de samba, se transformando, então, em Grêmio Recreativo Escola de Samba Rosa de Ouro.

Seu único título no carnaval ocorreu em 2006 quando, pelo Grupo E, apresentou o enredo “Rosa de Ouro é comércio, festa e arte na feira de Caruaru” do carnavalesco Humberto Abrantes.

Em 2016 o Rosa de Ouro sofreu um duro golpe com a morte de seu presidente de honra e patrono Marcos Falcon (que havia sido inclusive enredo da escola em 2009 “Não há limite para o sonho. Quem ousa vence”). Para ocupar o lugar do presidente de honra foi nomeada Nilce Fran, uma das maiores passistas da história da Portela e filha de Wanderley Francisco, um dos fundadores da agremiação.

Fonte(s): Samba na Intendente

Ficha Técnica de 2018:

SÉRIE C: ROSA DE OURO (3ª)

Ficha Técnica de 2019:

Carnaval 2019 – Série D: 3ª Rosa de Ouro

Ficha Técnica de 2020:

Rosa de Ouro / Carnaval 2020 / Acesso

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.