Recordando Carnavais… Um Pierrot Apaixonado pela Colombina no Boi da Ilha

Publicado por

Recordando Carnavais…

Vamos recordar o carnaval do Boi da Ilha do Governador de 2014.

Inspirado na música “Um Pierrot Apaixonado” de Noel Rosa, o Boi da Ilha iniciou em dezembro de 2013 o trabalho de confecção de fantasias e adereços no atelier montado na Colônia Z-10. Para atualizar a conhecida história de carnaval do Pierrot que se apaixona pela Colombina, o carnavalesco Manoel Junior inseriu detalhes do mundo virtual. – No enredo, Pierrot conhece a Colombina através das redes sociais e com ciúme, o Arlequim joga um vírus na internet. Para ajudar o casal, amigos vão escrever bilhetes e eles vão conseguir marcar um encontro na Avenida.

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA BOI DA ILHA DO GOVERNADOR

Carnaval de 2014

Enredo: UM PIERROT APAIXONADO!

Resultado: 12ª Colocada no Grupo C (3ª divisão) da AESCRJ com 295,5 pontos. A Escola desceu de grupo

Data e Local e Ordem do Desfile: 10ª Escola de Samba a desfilar no Grupo de Acesso C em 03/03/2014, Segunda-Feira, Estrada Intendente Magalhães, Rio de Janeiro, RJ

Autor do Enredo: Manoel Moraes da Silva Júnior

Carnavalesco: Manoel Moraes da Silva Júnior

Presidente: Higino Celso Mandriola “Gino Mandriola”

Diretor Geral de Carnaval: Adílson

Diretor Geral de Harmonia: Jota Karlos

1º Casal de MS e PB: Márcio Alves da Mota e Carla Cristina Rocha Santos

2º Casal de MS e PB: Wladimir Bulhões e Ângela Bulhões

Mestre de Bateria: Alan

Rainha de Bateria: Sanne Belussi

Coreógrafos da Comissão de Frente: João Ricardo Vieira e Leonardo Calvo

Contingente: 14 Alas, 1 Carro Alegórico e 02 Tripés

Samba-Enredo

Autores do Samba-Enredo: Djalma Falcão, Walkir, Roger Linhares, Rafael Mikaiá, Capitão Barreto e Humberto Carlos, Marquinhos do Baju, Gugu das Candongas, Aloisio Villar e Cadinho da Ilha

Intérprete: Ricardo Carvalho da Silva “Cadinho da Ilha”

Xô chororô nessa avenida vou sambar com o meu amor

Sou um pierrot apaixonado pela colombina que voltou

É carnaval / A alegria entra em cena / Em cada esquina, em cada rua um poema

O meu povo a cantar / E eu que sou batuqueiro, Boiadeiro

O Rio de Janeiro me fascina / Nesse cenário de confete e serpentina

Tô ligado na Internet na tela do computador

Revivendo histórias do tempo que passou

Abro a janela / Deixo o sol entrar / Nessa rede eu vou te embalar

Um bate-papo você me ganhou / Amor, amor, amor

Mas o ciúme veio apagar o brilho desse nosso olhar

É nessa corrente que eu vou / Finalmente a gente se encontrou

O arlequim com sua beleza ficou conectado à tristeza

Justificativa: Este enredo tem como objetivo aproveitar uma canção de grande sucesso e remetê-la a uma nova realidade virtual. O Pierrô é um elemento de grande projeção no carnaval e a Colombina se tornou um símbolo de amor e paixão através dos tempos. Por isso, usaremos essa história de amor, tendo a Internet como pano de fundo. A Internet tão usada nos dias de hoje é uma grande provedora de encontros entre pessoas de todo o mundo. Porque não unirmos os dois maiores ícones do Carnaval: o Pierrô e a Colombina, mais belo ainda é pensarmos que esse encontro irá se dar em pleno Carnaval, e que o casal defenderá a nossa escola, trazendo assim uma emoção à mais para o desfile. Ficaremos felizes em saber que o nosso objetivo é levar para a avenida uma história de amor, garra e perseverança pela nossa escola.

Manoel Júnior

UM PIERRÔ APAIXONADO

SINOPSE DO ENREDO

Carnavalesco Manoel Júnior

CARNAVAL, UM ELO ENTRE O SONHO E A REALIDADE. O Carnaval atravessou o tempo e se espalhou pelo mundo, que é a maior e mais bela de todas as manifestações populares que existe. Entretanto, a nossa história começa bem no meio dessa festa, que é o Carnaval. O carnaval Carioca já passou por vários estágios e transformações. Em seus primórdios era festejada nas ruas da cidade e encantava a todos.

CIDADE AMOR: DOS POETAS E COMPOSITORES. Muitos poetas e compositores fizeram sambas e letras que marcaram momentos inesquecíveis em nosso carnaval. Tal como Noel Rosa, da qual usaremos sua canção para contar a nossa história.

Pierrô Apaixonado

Composição: Noel Rosa/Heitor dos Prazeres

 Um Pierrô apaixonado

Que vivia só cantando

Por causa de uma Colombina

Acabou chorando, acabou chorando…

Quem não tem uma bela “História de Amor” para comparar ou relembrar com antigos sambas e desfiles. Sabemos que cada escola, bloco, rancho tem a sua marca e sua cor, mas, todas têm um só ideal, que é de levar a cada componente um momento mágico que é o desfile, e quem sabe a vitória, na quarta-feira de Cinzas.

UMA HISTÓRIA DE AMOR VIRTUAL. Nossa escola vai levar essa “História de Amor” para avenida, colocando dentro de cada um a esperança de melhores dias. Para que possamos abrilhantar ainda mais o nosso carnaval. Hoje, nossa fantasia vai mais longe e o artista num momento genial traz para o nosso desfile a história do “Pierrô apaixonado que vivia só cantando, por causa de uma Colombina acabou chorando…” História esta que tiramos de uma marchinha de Noel Rosa, o popular cantor e compositor dos morros da cidade que sempre se destacou pelas suas produções, e deixou a vida para ir de encontro de um novo mundo.

Em nosso enredo, o Pierrô vem navegar numa aventura inusitada e diferente, em busca de seu grande amor. Nela, o Pierrô conectado na Internet, entre sites e e-mail, numa sala de bate papo, ele conhece uma internauta que acredita ser a grande paixão de sua vida. Nesta viagem pela rede, o Pierrô que é um Mestre Sala, desiludido por ter vivido uma fatalidade, pois perdeu o seu amor, e pro isso vivia chorando. A partir do momento que ele conhece esta internauta, vê a oportunidade de encontrar de novo, a sua felicidade ao lado de uma pessoa que ele acredita ser o seu novo grande amor, a Colombina. Porém, o destino é cruel, por dias ele perde contato e quase a esperança. Internautas, músicas e e-mail fazem lembrar a cada momento o seu amor. Navegar na “rede”, conhecer “gente” em sites, que são enciclopédias virtuais, megabytes, home Page, jogos eletrônicos e sites musicais, tudo isso faz fortalecer, ainda mais, a esperança de novamente poder encontrá-la.

O AMOR RESISTE A INVEJA DO MUNDO. Entre e-mail e ícones, o Pierrô busca desesperadamente sua Colombina e descobre que sua amada também viveu uma triste desilusão amorosa, e que também procura uma pessoa que possa preencher esse espaço em seu coração. Ao acessar, após vários dias, o Pierrô busca desesperadamente sua Colombina e aproveitando para lhe contar tudo que pensa a respeito desse sentimento, resolvem manter contato. Durante meses, o amor crescia a cada dia, tendo a Internet como ponto de encontro. Namoro este marcado por trocas de declarações de amor, músicas, troca de e-mails. Estavam maravilhados com a ideia de que um dia isso poderia sair do virtual e se tornar real. Um encontro foi marcado, a ansiedade tomou conta do casal que não viam a hora chegar. Contudo, esse relacionamento gerou inveja e ciúmes. Um Arlequim lança um vírus e os impedem de marcar o local desse encontro, um vírus malvado é lançado e contamina toda a rede impossibilitando a comunicação entre o casal.

O AMOR É ETERNO EM NOSSA REALIDADE. O tempo passou e o casal desesperado procurou de todas as formas possíveis se comunicarem outra vez. Um dia, através de outros internautas apaixonados, que souberam desses desencontros e frustrações, resolveram ajudá-los, marcando um encontro entre o casal. Deixando os computadores de lado, escreveram de próprio punho um bilhete, que marcava o dia, hora e local para o casal se encontrar. Por ironia do destino era Carnaval e o Pierrô apaixonado ia encontrar a sua amada em pleno desfile. Toda sua esperança depositada neste encontro e que uniria para sempre este amor. No nosso desfile, isto vai se eternizar, e o seu amor, revelado em canto encantará os corações de todos aqueles que sabem amar, viver e estão interligados, com o desejo de paz para o mundo. O Pierrô e a Colombina se encontraram e juntos defenderam o pavilhão de nossa escola com bravura e dignidade, levando a cada passo de sua apresentação, o amor que existe dentro deles. Uma história muito linda se formou, e o Pierrô, que vivia só chorando agora ele vive cantando para a sua Colombina que já não chora, mas vive dançando.

O Boi sempre teve como característica surpreender e renascer das cinzas. E chegou outra oportunidade de darmos a volta por cima, temos que nos empenhar em cada tarefa que a nós é delegada. Temos que colocar em primeiro lugar nossa escola. Chegou a hora de vencer, chegou a hora de preencher o peito com essa emoção, mas para isso temos que começar com um bom samba, porque o resto virá.

Certo de que todos irão fazer o melhor.

desejo uma boa composição

e juntos iremos gritar:

É campeão, É campeão…

ROTEIRO DO DESFILE

Comissão de Frente – Pierrô, Colombinas e Arlequim

Tripé – Arlequim

Ala das Crianças

Raça Guerreira e Boiadeira

Musa do Abre-Alas

Tripé Abre-Alas – Emblema do Boi

Ala dos Entrudos e Mascarados

Ala Baile de Máscaras

Ala do Rio de Janeiro – Confete e Serpentina

Ala das Baianas – Rio Antigo

Musa do Carro

Tripé do Rio de Janeiro

Ala do Amor Virtual

1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Ala da Internet

Ala da Rede Social

Ala Arlequim Maldito

Rainha da Bateria – Antivírus

Bateria – Vírus Maldito

Passistas – CDs e DVDs

Ala do Bilhete a Mão

Ala Amor no Mundo

2º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira – Pierrô e Colombina

Musa do Carro

Carro Principal – Pierrô e Colombina

Boi da Ilha do Governador 2014 – Desfile oficial (03/03/2014)

Canal do Youtube CARNAVAL CARIOCA

Por Marcos Couto

Pesquisador Danilo Couto

 

Fontes:

Samba na Intendente

Galeria do Samba

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.