SÉRIE DE ENTREVISTAS: RAINHAS DA INTENDENTE – 2ª Edição

Publicado por

👑 RAINHAS DA INTENDENTE

Nome: Joyce Elias

Rainha de Bateria da Unidos da Flor da Mina

Profissão: Auxiliar Administrativa, Costureira e Aderecista

Idade: 31 anos

Escolas do Coração: Flor da Mina do Andaraí e Acadêmicos do Salgueiro

1. Como foi o seu início no samba?

Meu início no samba foi aos 6 anos de idade. Eu sempre ia passar as férias na minha avó e minhas tias me levavam para assistir aos desfiles e foi nessa que comecei a desfilar na Estácio de Sá onde minha família reside.

2. Conte-nos a sua trajetória no Carnaval? Por quais agremiações já desfilou?

Quando criança desfilei na Estácio de Sá, no Aprendizes do Salgueiro, no Mel do Futuro e outras escolas mirins que não me recordo. Com o decorrer dos anos comecei a desfilar no Salgueiro e na Flor da Mina ao mesmo tempo (aos 12 anos). De lá pra cá desfilei em carros alegóricos (Salgueiro, Unidos do Viradouro) e alas coreografadas do Salgueiro e na Aprendizes. Continuei no Salgueiro por anos.

Na Flor da Mina comecei na ala das crianças e logo virei passista. Também já desfilei  na escola de destaque, “porta-bandeira”, musa, princesa da bateria e sou rainha da bateria desde 2016.

Desfilei também como rainha de bateria em uma outra escola da Intendente em 2009, acredito que foi na Unidos do Uraiti, não lembro o nome kkk. Desfilei como passista na Vila Isabel e no Paraíso do Tuiuti em 2009. Em 2017 retornei a ala de passistas do Paraíso onde estou até hoje e sou muito grata pelo carinho e respeito de todos lá de São Cristóvão.

3. O que significa/representa ser Rainha de Bateria na Intendente?

Eu não sou só uma rainha de bateria da Intendente, eu sou a rainha de bateria da minha comunidade, da escola aonde eu moro, tenho amigos, conhecidos, vizinhos, fãs e admiradores e isso sim me faz ser feliz por estar lá e por este motivo eu faço questão de dar o meu melhor pela minha escola tão amada. Já fiz e faço o possível e o impossível para estar ao lado de pessoas sonhadoras como eu.

Não estou a frente da bateria por estar, estou ali por que a minha comunidade me escolheu, mas um dia eu estava junto a muitas meninas que hoje já são mulheres e se orgulham em me verem na escola até hoje, afinal de contas são 20 anos de Flor da Mina. Eu tenho muita história para contar.

4. Além de reinar na escola, você também desfilará por outras agremiações em 2019?

Em 2019, estarei na frente da bateria da Flor da Mina junto aos meus ritmistas e amigos e irei desfilar também no Paraíso do Tuiuti aonde sou passista e na Cubango no carro abre-alas junto ao meu diretor de ala do Tuiuti Alex Coutinho e meus colegas passistas.

5. Como é a sua relação com a sua comunidade? Rainha de Bateria tem que ser da comunidade?

É de muitos anos. Eu sou uma das moradoras da comunidade que saiu do alto do morro para brilhar em todos os lugares. Passei por vários estados brasileiros. Morei na Rússia (Moscou). Fui duas vezes à Argentina. Danço quadrilha desde os 12 anos (quadrilha da comunidade) e graças a Deus somos vencedores de muitos campeonatos, sou praticamente recordista de medalhas e premiações juninas.

E tudo isso através da minha comunidade e por esse motivo e por terem tanto orgulho de mim, minha comunidade fez questão de me ver a frente da nossa escola e também por saberem que eu nunca a abandonei nesses anos de lutas, vitórias e derrotas.

Então para todos os que me viram crescer é uma honra de me verem a frente da bateria.

Acho que isso sim quer dizer que rainha tem que ser da comunidade pois eu luto por tudo o que conquistei dentro da escola. Já fui por várias vezes comprar materiais, buscar doações em outras agremiações, trabalhar no Barracão ajudando a fazer o carro sem nem querer saber se eu deveria estar repousando pro desfile, limpar a quadra como já fiz muitas vezes… Mais acima de tudo isso, eu sou completamente grata a minha comunidade por acordar cedo e ir na padaria toda sem jeito e ver alguém me dá um “bom dia minha RAINHA, muito obrigado por você não nos abandonar”.

6. Qual a sua posição sobre as Rainhas de Bateria que pagam/compram a vaga para reinarem a frente de baterias? Você pagaria?

Em relação a quem paga o posto eu não posso julgar porque não sou Deus, nem juiz, mas se a pessoa está pagando é porque ela quer fazer parte desta festa tão linda que é o Carnaval. Independente de cor, raça ou religião a festa é para todos e cabe a escola decidir o melhor para todos… Desde que não tirem alguém que lutou para estar ali e se o cargo estiver vago não vejo problema algum, mas eu não pagaria pois não tenho condições financeiras para isso. Gosto de brincar o Carnaval, mas não posso pagar um posto.

7. Como é a sua preparação para o Carnaval?

Minha preparação pro Carnaval é somente ensaiar e esquentar a cabeça para pagar a fantasia kkk… Mas graças a Deus na hora dá tudo certo!

8. Qual é a sua ídola no carnaval (na função)?

Não tenho.

9. Quais são os seus ídolos no carnaval?

Egile Oliveira “Baiana” que hoje é madrinha da escola de samba Renascer e rainha de bateria da Mocidade Unida do Santa Marta e que desfilou comigo durante anos na ala de passistas do Salgueiro.

Mayara Lima (passista do Salgueiro e musa do Paraíso Tuiuti) que também desfilou comigo no Salgueiro e conheci ainda criança e hoje está uma mulher.

Carlinhos do Salgueiro que foi quem realmente me fez sambar por que eu não sabia nada RS… E também foi meu professor de dança de 1999 até 2006 no grupo folclórico Dança e Paz da comunidade do Andaraí…

Márcio Dellawegah o rei do giro vencedor do Concurso Brasil Samba Congress 2018 (passista do Salgueiro, assistente de coreografia do grupo folclórico junina Pode-c Show e componente da comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense) batalhador e merecedor de todas as suas batalhas e meu irmão mais novo.

Fábio Batista – coreógrafo da comissão de frente da Imperatriz Leopoldinense, diretor geral da escola de danças negras do Andaraí, fundador e diretor geral do grupo folclórico junina Pode-c Show e meu amigo pessoal.

Alex Coutinho pela garra e determinação.

Essas pessoas são minhas inspirações no mundo do samba e na vida, e sou muito grata por tê-los em minha vida até hoje, mesmo que seja à distância.

10. Quais são os segredos para reinar a frente da sua Bateria?

O segredo para reinar na frente da minha bateria é ser feliz e estar feliz por estar ali vendo em cada rosto um gesto de gratidão e respeito que as pessoas passam, mesmo que elas não sejam íntimas a mim, elas demonstram carinho e esse é o segredo de querer brilhar para vê-los brilharem junto a mim mesmo em um olhar ou um sorriso. E se possível estar bem bonita para estar ali representando cada um deles.

11. Qual é o seu maior sonho?

O meu maior sonho é poder estar com a minha escola novamente na Marquês de Sapucaí, chegar na Presidente Vargas e sair junto a minha escola no portão da Praça da Apoteose como já fiz em 2007 quando fui princesa da bateria. Espero que não demore muito e que eu esteja ainda a frente da minha Bateria Atrevida.

12. Deixe-nos uma mensagem para a galera que acompanha o Carnaval da Intendente.

Então galera, desfilo na Intendente há uns 20 anos. Comecei aos 12 e hoje com 31 anos ainda permaneço nesse carnaval, desfilar na Intendente é uma mistura de emoções, energias, garra, determinação, luta, dedicação, amor, prazer, sonhos, lágrimas, sorrisos, cantos e por aí vai.

Eu que comecei em uma ala de criança e passei por vários seguimentos e hoje estou Rainha venho lhes dizer que é também um sonho estar na Intendente. Nós perdemos o sono, lutamos, choramos e temos nossas conquistas e derrotas juntos, mas nunca deixamos esse carnaval morrer. Na minha opinião, não devemos nunca deixar nossa cultura se acabar, então para quem nunca foi assistir ou desfilar na Intendente não perca mais tempo e vá lá com a sua família, amigos ou escola e faça parte dessa festa!

Brinque conosco e veja o quanto é gratificante estar lá vendo pessoas simples sendo felizes como nós somos…

E para quem dirige o Carnaval da Intendente eu deixo aqui o meu muito obrigado pela oportunidade de nos permitirem mostrar nosso trabalho e nossos sonhos, somos realmente muito gratos pelo espaço e respeito por todos nós.

Que 2019 seja um Carnaval de alegrias para todos e que tudo dê certo sempre!

Obrigado Joyce Elias pela participação e ótimo reinado a frente dos ritmistas da Bateria Atrevida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s