Leão de Nova Iguaçu divulga o vídeo e a letra do samba-enredo de 2017

Publicado por

O Leão de Nova Iguaçu acaba de divulgar o vídeo e a letra do samba-enredo de 2017, após a junção de duas parcerias vencedoras do concurso: Mauro Naval, Myngal, Murilo Rayol, Mingauzinho, Douglas Oliveira, Rodrigo Marreco (Samba 07) e Rael, Renan Pereira, Valdecir Moreno, Dedé, Pingo Sargento e Marquinhos Valério (Samba 17).

O hino gravado pelo intérprete oficial Cremilsom Bico Doce será apresentado na terça-feira, dia 15 de Novembro, na festa em comemoração aos 48 anos de fundação da vermelho, branco e dourado iguaçuana. O prato do dia será um delicioso cozido, que poderá ser saboreado a partir das 13 horas.

A diretoria programará uma grande festa com diversas atrações como a bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel; apresentação do Nosso Grupo; show do grupo Expressão; além dos cantores Renato da Rocinha, Ronaldinho do Fundo de Quintal, Binho, Pingo Sargento; e dos segmentos da escola.

A quadra do Leão de Nova Iguaçu fica na Rua Mário José da Fraga, 41, Santa Eugênia, Nova Iguaçu. A entrada será liberada.

A escola será a oitava a desfilar na terça-feira de Carnaval, no dia 28 de fevereiro, pela Série B, com o enredo “ILÊ AXÉ OPÔ AFONJÁ – O REI ESTÁ NA TERRA”, que será desenvolvido pelo carnavalesco Cid Carvalho.

Confira a letra do samba do Leão:

Baiana descendente africana

Com pulso forte construiu a sua história

Da Pedra do Sal para a Baixada semeou

A casa da força sustentada por Xangô

 

Oba Nisé Kao

Oba Biyi, Oba Déyi, Airá Tôlá

As pioneiras do Asé Ópô Afonjá

Deixaram um legado que fascina

Pra mãe Regina se emocionar

 

Um alujá pras yabás

Ilu Batá, o dia chegou

Oxum, Oyá, Obá, Mãe Yemanjá, ô ô

Kaô Kabecilê rei Xangô

 

Clareia, hoje tem festa no terreiro

Todo morro vem saudar

Sob a luz da lua cheia

Alláfin de Oyó

O fogo da justiça é você

É hora de celebrar no xirê

 

Um trovão da madrugada

Tambores a ressoar

Minha casa enfeitada

Para o rei eu vou dançar

E o cortejo

Já vai partir, eu vou

Deixo paz, igualdade e amor

 

Relampeou, a terra tremeu

Tocou o atabaque, chegou o Leão,

Oh mãe, quanta emoção

São 130 anos de paixão

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.