Grande revelação do carnaval passado da Série E, o Embalo Carioca prepara uma bela homenagem ao Império Serrano.

O G. R. E. S. Embalo Carioca que homenageou a cantora Sandra de Sá em 2016, desfilou na Intendente Magalhães numa madrugada onde o povo já dormia na arquibancada e levantou a galera com um samba curto e muito bem cantado, uma ótima evolução aliada a uma escola leve e alegre, a descontração do Embalo Carioca o levou a um honroso 5º lugar e o colocou na disputa direta para ascender ao Grupo D neste ano.

O presidente da escola, Flávio Dutra Viana, nos contou um pouco sobre o carnaval que a agremiação está preparando para 2017:

É muito difícil fazer carnaval na Série E, pois o último grupo acaba sendo pouco prestigiado dentro do carnaval. Temos que correr atrás de praticamente tudo por nossa conta, e não é fácil arrumar patrocínio em tempos de crise. Mesmo com toda a dificuldade, o Embalo Carioca irá colocar seu carnaval na Intendente Magalhães, com um enredo totalmente cultural sobre uma das maiores escolas de samba do Brasil, então o povo que acompanha o carnaval na Intendente espera um grande desfile do Embalo Carioca, e nós estamos fazendo o possível e o impossível para que isso aconteça.

O Embalo Carioca tem uma Comissão de Carnaval que se divide no ateliê e na confecção das fantasias e dos carros alegóricos, mesmo porque esse ano as escolas da Série E poderão levar até 2 carros para o desfile. Sobre a produção do carnaval, o presidente diz guardar umas surpresas:

– Continuamos a trabalhar com uma Comissão de Carnaval, mantivemos nosso chefe de ateliê, o experiente Gabriel de Souza, que traz em sua bagagem anos de trabalho na Caprichosos de Pilares e na Imperatriz Leopoldinense, contratamos um novo figurinista, Diogo Porthella, vindo de nossa co-irmã, a União de Vaz lobo. Diogo é muito talentoso e imprimiu uma criação de arte que ainda não tínhamos no Embalo, somos uma escola nova, ainda estamos nos estruturando e é bom contar com sangue novo, acredito que com o talento que tem, Diogo ainda vai ascender muito no carnaval. Também trouxemos o carnavalesco Vinicius Padilha Carr, que é um bom administrador, para segurar a onda de ateliê, barracão, ânimos exaltados e correria, tem que ter alguém no carro-chefe pra puxar o bonde. E na onda de novas contratações temos também nosso novo coreógrafo da Comissão de Frente, o bailarino e professor de Dança Pedro Bárbara. Nosso trabalho está num bom pique, mas ainda falta muita coisa, o público que for acompanhar os desfiles no sábado das campeãs na Intendente vai se surpreender com o Embalo “Império” Carioca que vai cruzar a avenida, buscamos imprimir a essência imperial em tudo o que estamos fazendo, abrimos mão das cores do Embalo, o azul e o amarelo, e nos colorimos de verde e branco, temos um bom samba, talvez até melhor do que o do ano passado, levaremos dois casais de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, sendo o segundo com uma porta-bandeira um pouco diferente, e teremos um segundo carro que promete arrancar aplausos dos corações imperianos mais apaixonados. Se conseguirmos terminar tudo no prazo, o Império Serrano será honrado com um belo desfile, que estamos fazendo com tanto carinho.

Em relação ao enredo, conversamos com o carnavalesco Vinicius Padilha Carr, que nos fez um resumo de como o Embalo virá em seu desfile:

Dividimos a escola em três setores que abarcam desde as raízes do Império Serrano, passando por sua fundação, seus principais desfiles e títulos. Apesar de começarmos nas suas raízes, fugimos de um desfile descritivo que contasse a história do Império de forma cronológica com os seus enredos, particularmente acho isso monótono e pouco funcional, imagina pegar uma ala que fala de um enredo no Egito e depois pular para uma ala no Nordeste, enfim, prefiro setorizar por temas, esteticamente fica muito mais bonito e não compromete a paleta de cores que será usada na escola. Mas não vou falar mais nada, quem quiser ver o Embalo vestido de Império tem que ir na Intendente no sábado das campeãs, e não vão se arrepender nada!

O 2º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira será formado por Márcio Guedes e Anderson Morango. Isso mesmo, a Porta-bandeira será um homem, Anderson Morango, que retorna à escola onde desfilou em 2007 quando a agremiação era bloco e chamava-se Embalo do Engenho Novo.

Resta esperar para ver o Embalo Carioca vestido de Império Serrano nessa bela e justa homenagem a uma das maiores escolas da história do carnaval. E não se esqueça, o Embalo será a nona escola a desfilar no sábado, dia 04 de março na Intendente Magalhães, e mostrará o enredo “Império Serrano, 70 Anos de Glórias!”.