“Imponho respeito e bato no peito, vai ecoar a noite inteira o meu tambor, um coração azul e branco, voa alto meu Condor”! Foi na emoção do refrão principal do samba-enredo do Carnaval 2018, que a Tradição realizou seu primeiro ensaio técnico de rua na última terça, dia 23, na Estrada Intendente Magalhães, palco do desfile da agremiação no dia 13 de fevereiro, onde será a quarta escola a pisar na Avenida com o enredo “Sabá – soberana da Etiópia, sedutora de Jerusalém”, do carnavalesco Leandro Valente.

Com o samba na ponta da língua, os componentes, comunidade e segmentos da Tradição atravessaram a Intendente Magalhães cantando o hino oficial que embalará o desfile da escola. A comissão de frente, sob o comando do coreógrafo Leonardo Oliveira, ensaiou com adereços do desfile, cujo objetivo foi de observar o desempenho dos componentes. O casal, por sua vez, apresentou parte do bailado do desfile, bem como a ala de baianas, passistas e comunidade.

O ponto alto do ensaio ficou por conta da bateria Explosão de Elite, sob o comando de mestre Beto Peçanha, e do carro de som, tendo Marquinhos Silva como o intérprete oficial da escola. A bateria ensaiou as bossas encaixadas no samba-enredo com maestria e os ritmistas mantiveram a cadência durante todo o ensaio. A voz oficial de Marquinhos ecoou e encantou o público que parou para ver a Tradição ensaiar.

A rainha Milena Maria e a princesa Evelin de Souza, que virão à frente da bateria, pareciam ter intimidade com a Passarela do Povão, pois caíram no samba do início ao fim do ensaio, bem como a musa Kenia Veridiana. As três beldades participaram do concurso realizado pela Tradição para escolher a rainha de bateria no final de 2017. Evelin e Kenia foram convidadas pela presidente Raphaela Nascimento para se juntarem à família Tradição, sendo que a primeira virá como princesa da bateria e, a outra, como musa da escola.

Raphaela Nascimento fez um breve resumo de como foi o primeiro ensaio de rua da Tradição: “O nosso primeiro ensaio de rua foi positivo e pude observar melhor como está o canto do hino oficial. Como foi o primeiro ensaio de rua, precisamos melhorar a evolução para apresentarmos um desfile competitivo em fevereiro. Na próxima terça, dia 30, faremos mais um ensaio de rua e conto com a presença da minha comunidade, componentes e segmentos. Isto sim, é a Tradição”, analisou a presidente feliz com o resultado do ensaio.

Fotos: Adriana Vieira