O G.R.E.S. Império Ricardense anunciou o seu novo 1º Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira, Osana Baptista e Raphael Nascimento.

Ambos de 23 anos e com larga experiência na função, perfil que a escola está buscando por ser também jovem e quer contar com pessoas que tenham a mesma vontade de crescer.

Dia 14/04 na premiação da revista Explosão in Samba o casal fará sua primeira apresentação oficial pela agremiação.

Segue abaixo a descrição das suas trajetórias:

“Comecei minha trajetória no mundo do samba em 2009, quando ingressei no projeto de mestre-sala e porta-bandeira no Manoel Dionísio. Conduzi o pavilhão da Estrelinha da Mocidade durante os anos de 2011 a 2014, sendo agraciado com alguns prêmios e a vontade de crescer continuava falando alto. A primeira oportunidade de desfilar numa escola grande veio através do G.R.E.S. União do Parque Curicica, onde desfilei como 2° mestre-sala nos anos de 2011, 2012, 2013, 2014 e voltei à agremiação a qual tenho um carinho enorme em 2017. No ano de 2014, tive a minha estréia como 1° mestre-sala na Lins Imperial, e senti o peso da responsabilidade de ser um quesito à uma agremiação. No ano de 2015, voltei à agremiação que me revelou como mestre-sala, sendo que dessa vez sendo responsável por defender o pavilhão da Mocidade Independente de Padre Miguel, como 2° mestre-sala. Durante os anos de 2016 a 2018, defendi com muito orgulho o pavilhão do Arrastão de Cascadura, escola a qual tenho um carinho e admiração enorme. E para ano que vem, fui chamado para fazer parte do time da Império Ricardense, e farei jus à esse convite”, nos contou Raphael Nascimento.

“Comecei a dançar como porta-bandeira aos 12 anos de idade em um projeto social que tinha na Portela, depois fui indicada para participar da escola do Mestre Dionísio que fica no Sambódromo. Com 13 anos, fiz meu primeiro desfile na escola mirim da Portela a Filhos da Águia, fiquei na escola mirim até os 20 anos de idade. No ano de 2013, fui convidada pela Kátia Paz para ser Porta-Bandeira da União do Parque Curicica onde permaneci na escola até 2015. Nos anos de 2016 e 2017, não desfilei como porta-bandeira… Mas vim no carnaval de 2016 como assistente de coreógrafo na Renascer de Jacarepaguá com uma ala de casais mirins e em 2017 vim como guardiã do 1º casal da Imperatriz leopoldinense. Em 2018 tive o prazer de dançar no Arrastão de Cascadura e voltei para a Curicica nas duas escolas como o cargo de segunda PB. E estou fazendo bacharelado em dança, faço outras danças desde 6 anos de idade”, concluiu a jovem e talentosa Osana Baptista.