GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA VILA SANTA TEREZA

Meu orgulho é ser Santa Tereza / Eterna paixão com certeza / Levando a vida em alto astral / De azul e branco vou brincar meu carnaval

Hoje é dia de festa na avenida / Momento de eternizar a nossa glória / Bate forte no meu peito / A pegada que me embala é o coração da nossa escola / O sangue corre na veia, comunidade incendeia / Ao ver a minha bandeira girar / A emoção contagia é um amor pra toda vida / Pode aplaudir / Que a minha escola vai passar / Guerreiros na fé e união / Carrego no peito a certeza / Do azul e branco pulsando no meu coração / Da força que emana do meu pavilhão / Estamos unidos, unidos por vila Santa Tereza

Ela é alegria que envolve meu canto / Ela é santidade que me faz sonhar / Sou Santa Tereza / Meu manto Azul, Ouro e branco / Eu te amo de mais / Vila meu orgulho e minha paz

Pra linda “flor” desabrochar / Plantei amor no meu lugar / Daqui eu sou raiz, tenha certeza / Sou Vila Santa Tereza

Bandeira_do_GRES_Unidos_da_Vila_Santa_Tereza

Fundação: 20/12/1956 (61 anos)

Cores: Azul, Branco e Ouro

Símbolo(s): Águia

Bairro: Rocha Miranda

Sede/Quadra: Rua Ururaí, 365, Rocha Miranda, Rio de Janeiro, RJ

Barracão: Rua Carlos Xavier, Campinho, Rio de Janeiro, RJ

Presidente Administrativo: Patrícia Drummond

Vice-Presidente Administrativo: Rute Maria Araújo

Vice-Presidente Financeiro: Joyce Souza

Vice-Presidente do Conselho Fiscal: Wellerson Santos

1ª Secretária: Liliane Reis

Vice-Presidente Sócio Cultural: João Pereira Leitte Filho

Vice-Presidente de Patrimônio: Marcos Trindade

Escola Madrinha: G. R. E. S. Portela

Bateria: Pegada de King

Carnaval 2019

Grupo: Série C

Ordem de Desfile: 10ª Escola a desfilar na Segunda-Feira de Carnaval, dia 04/03/2019, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ.

29004031_763202367199152_1045545164_n

Enredo: “SOB UM OLHAR NEGRO. VALONGO, A HISTÓRIA DE UM CAIS”

Logo: Divulgada

Sinopse:

Carnavalesco: Plinio Santtos

Direção de Carnaval: Comissão de Carnaval, formada por: Wellerson Santos, Caaio Araújo, Luis Carlos Belmonte, Allan Alex, Rafael Coelho e Marco Sacramento

Diretores de Barracão: Caroline Araújo e Luis Carlos Belmonte

Diretor de Harmonia: Rafael Coelho

1º Casal de MS e PB: Francisco Alves e Grazy Santos Alves

2º Casal de MS e PB: Gerson Anjos e Tamires Ribeiro

Coreógrafa da Comissão de Frente: Bherna Francis

Coordenadora da Ala de Passistas: Jéssica Dias

Diretores da Ala das Baianas: Eudóxia Balbino e Dennis Benvindo

Diretor da Galeria da Velha Guarda: Zé Grande

Presidente da Ala de Compositores: Amaro Poeta

Diretores de Bateria: Mestre Josué Lourenço e Mestre Mi

Rainha de Bateria: Carol Menezes

Madrinha de Bateria: Sanne Bellucci

Diretora de Musas: Joyce Souza

Musa(s): Lorrany Gama, Thaís Maravilhosa, Luana Amorim, Luana “Lu” Gonçalves, Luana Madeira e Grazielly Assumpção

Departamento Feminino: Elisane Silva e Jurema

Departamento Jovem: Caroline Araújo e Giselly Assumpção

Assessoria de Imprensa: Helder Martins

Autores do Samba-Enredo: Rafael Gigante, Amaro Poeta, Vinicius Ferreira, Milton Carvalho, Anderson Mancuso e Gabriel Chocolate

Intérpretes: Gabriel Chocolate e Carolina Abreu

Cantores de Apoio: Dudu Viana e Felipe Cardoso

Samba-Enredo: Definido

Ecoou nos versos / A saga de um povo guerreiro / Sob o olhar cansado de um griô

À luz de lampião / Lembrando os tumbeiros / Triste balanço, marcou sua vida

Ferida que nunca deixou de sangrar / Ao chegar no cais, mercadoria

Teria valor / No pregão da escravidão / O negro trabalhador

ÔÔÔÔ… Assim cantavam pra acalentar a dor

ÔÔÔÔÔ…. Mesmo sem guia a fé resiste sim, Senhor

E segue nas linhas da memória / História sem ponto final

Nas mãos dos próprios irmãos / A lei se fez imoral

Terra mãe hostil, aporta a princesa / Um novo Brasil

Raiou enfim a liberdade / À minha raça, ao meu torrão

E bem no cais do Valongo / Danço feliz esse jongo / Um ‘canto’ de libertação

Chegou Vila Santa Tereza / Realeza a desfilar… (A me libertar)

‘Estamos unidos’ / Sob as bençãos do Pai Oxalá

História: O G. R. E. S. Unidos da Vila Santa Tereza é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, localizada no sub-bairro da Vila Santa Tereza, entre Coelho Neto e Rocha Miranda. A agremiação abrange os bairros de Honório Gurgel, Coelho Neto e Rocha Miranda.

A tradicional escola surgiu de um bloco carnavalesco de Coelho Neto e adjacências (Honório Gurgel, Irajá, Colégio) e, em 1960, transformou-se em escola de samba. Foram seus fundadores: Procópio Caetano, Jordelino Pereira da Rocha, Jorge Ferreira Martins, Sebastião Ferreira Martins, José Domingos Machado, Venâncio Pinheiro, Almir Fernandes, João Pereira Leite, entre outros.

A escola conquistou seu primeiro título no Carnaval de 1982 pelo Grupo 2B (4ª divisão), com o enredo “Ataulfo, Acadêmico, mas Imortal”.

Em 2011, foi campeã do Grupo C (4ª divisão), retornando a desfilar na Marquês de Sapucaí, após 19 anos, pelo Grupo B em 2012.

No Carnaval de 2013, a escola protagonizou um dos episódios mais tristes da era Sapucaí, desfilando com alas e a bateria sem fantasia. De acordo com ritmistas da escola, a fantasia chegou muito tarde à concentração e não não deu tempo para que todos se vestissem. A escola optou por desfilar de roupa comum, ou seja, bermuda e camiseta. As fantasias ficaram largadas na armação. Muitos integrantes estavam sem qualquer adereço. As passistas da agremiação cruzaram a avenida de calcinhas e sutiãs brancos, improvisados na última hora, e muitos homens vestiam apenas bermudas. A ex-BBB Ariadna foi a primeira Rainha da Bateria transexual na Sapucaí. A escola foi a última colocada, sendo rebaixada para o Grupo B em 2014, voltando a desfilar na Estrada Intendente Magalhães em Campinho.

Ficha Técnica de 2018: https://sambanaintendente.blog/2017/06/10/serie-c-unidos-da-vila-santa-tereza-13a/