Lins Imperial / Carnaval 2020 / Especial

Publicado por

SOCIEDADE RECREATIVA ESCOLA DE SAMBA LINS IMPERIAL

Vai Lins, mostra a sua garra, canta!

Entre a Flor do Lins e Filhos do Deserto / Surgiu a nossa Lins Imperial…

Lins Imperial te amo / É demais esse encanto / Que eu sinto por você!

39090130_868842923313498_4279526691002384384_n

Fundação: 07/03/1963 (55 anos)

Cores: Verde e Rosa

Símbolo(s): Águia

Escolas Madrinhas: Estação 1ª de Mangueira e Acadêmicos do Salgueiro

Santo Padroeiro: Nossa Sra. da Guia

Bairro: Lins de Vasconcelos

Sede/Quadra: Rua Lins de Vasconcelos, 623, Lins de Vasconcelos, Rio de Janeiro, RJ

Barracão: Rua Vinte e Quatro de Maio, 620, Sampaio, Rio de Janeiro, RJ

Presidente Administrativo: Flávio Mello

Vice-Presidente Administrativo: Jorge Torresmo

Presidente de Honra: Sr. João Banana

Presidente do Conselho Fiscal: Leonardo de Mello “Naldo do Lins”

Vice-Presidente do Conselho Fiscal: Natan P. Garcia

34276511_891842304357087_4152450110636163072_n

Carnaval 2020

Grupo: Especial (LIESB)

Ordem de Desfile: 10ª Escola a desfilar na Terça-Feira de Carnaval, dia 25/02/2020, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ

B Lins

Enredo: “PINAH, A SOBERANA”

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

https://sambanaintendente.blog/2019/09/04/confira-a-sinopse-da-lins-imperial-para-o-carnaval-2020/

Carnavalescos: Eduardo Minucci e Raí Menezes

Pesquisa, texto e desenvolvimento: Mateus Pranto, Mauro Sérgio Farias e Raphael Homem

Direção de Carnaval: Leandro Lima e Ronaldo Abrahão

Diretor de Harmonia: Carlson Renato Ribeiro “Renatinho”

Diretores de Barracão: Natan P. Garcia e Geraldo Gonçalves

1º Casal de MS e PB: Weslen Santos e Manuela Cardoso

2º Casal de MS e PB: Paulo Roza e Manu Brasil

3º Casal de MS e PB: João Victor e Ana Clara

Coreógrafo da Comissão de Frente: Carlos Bolacha

Coordenadores da Ala de Passistas: Comissão formada por: Eduardo Campista “Pelezinho Samba Show”, Joice, Suelen e Tatiana

Diretor da Ala das Baianas: Dênis

Presidente da Velha Guarda: Gilberto Brito e Luizinho da Raízes do Lins

Presidente da Ala de Compositores: Leonardo de Mello “Naldo do Lins”

52657094_829588184040556_2314629601768243200_n

Bateria: A Verdadeira do Lins/ A Furiosa do Lins

Diretores de Bateria: Mestres Adílio Cunha e Jorginho Imperial

Rainha de Bateria: Danny Foxx

Madrinha da Bateria:

Musa(s): Dandara Silva, Patrícia Lima, Natsuko Tsukamoto, Mariposa e Lívia Portella

Departamento Feminino: Dilma e Sandra Ramos

Departamento Cultural: Raphael Homem e Matheus Pranto e Mauro Sérgio Farias

Diretor Jurídico: Paulo Marrocos

Diretor de Quadra: Amarildo Bicheiro

Assessoria de Imprensa: Geissa Evaristo

Autores do Samba-Enredo: Diego Nicolau, Braguinha, Naldo da Lins, Tinguinha, Mateus Pranto, Carlinhos Bocão, Helcio Colored, Márcio Oliveira, Prof. Sônia Pedro, Danilo Garcia, Pezão, Gigi da Estiva, Marquinho Mola e Fumaça

Intérprete: Rafael Tinguinha

Participação Especial: Neguinho da Beija-Flor

Cantor(es) de Apoio: Felipe Lima, Ewerson Breno, Carlos Henrique e Juan Briggs

Instrumentista(s): Jorge Cabral, Leandro Lima e Raphael Bombom

Diretor do Carro de Som/Diretor Musical: Braguinha

Samba-Enredo: Divulgado

PINAH! / HERDEIRA DO SANGUE AFRICANO,
DO RASTRO QUE CRUZOU O OCEANO, / MEMÓRIAS, RECORDAÇÕES!
PINAH! / GUERREIRA, MULHER,
DE LUTA, FIBRA, RAÇA E AXÉ, / CURVA-SE O POVO EM DEVOÇÃO!
RAINHA, / DE TANTA BRAVURA E VALENTIA,
ESPELHO DE UMA NAÇÃO, / HERANÇA QUILOMBOLA,
RESISTÊNCIA CONTRA A OPRESSÃO, / NEGRA MAJESTADE,
O BEM-TE-VI DA LIBERDADE!

AGÔ, YABÁ, BADAUÊ: / RESSOA TOQUE DE CABAÇA XEQUERÊ!
SE TEM BAQUE VIRADO NO ALTAR, NOBREZA; / GIRA, AO SOM DO GANZÁ, ALTEZA!

REALEZA, / TRAZ, NO CORPO, O SAMBA, VOCAÇÃO!
ENCANTANDO OS TERREIROS / RECEBE A REAL COROAÇÃO
DE TANTOS REINOS DE VALOR E TRADIÇÃO! / DEUSA,
A FORÇA SOBERANA DIVINAL, / ESSÊNCIA NILOPOLITANA,
ALMA AZUL E BRANCA, / NESSE CARNAVAL,
ACLAMADA PELA LINS IMPERIAL!

DOBRE O RUM QUE A VERDE E ROSA VAI PASSAR: / PINAH, Ê, Ê, Ê, PINAH!
O CORTEJO É REVERÊNCIA A VOCÊ: / ODARA, Ê, YALODÊ!

História: A S. R. E. S. Lins Imperial é uma escola de samba da Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Seus componentes são oriundos dos Morros da Cachoeirinha e da Cachoeira Grande, Lins de Vasconcelos, Méier, Engenho Novo, Gambá.

A Lins Imperial nasceu em 1963 da fusão das Escolas de Samba Filhos do Deserto, fundada em 1933, e Flor de Lins, fundada em 1946, ambas existentes na Cachoeira, no bairro do Lins de Vasconcelos. As cores das duas escolas eram verde e rosa por isso persistiram.

São seus fundadores: Agnelo Campos (na época, Presidente da Flor de Lins), Daniel Fernandes (na época, Presidente da Filhos do Deserto), Darcy Knuth Machado “Caxambu”, Durval Olímpio da Silva, Hervécio Antônio de Lima, Jones da Silva “Zinco”, José da Silva “Jaguarão”, João de Oliveira Silva, Georgina Amorim, Atherio Salestiano da Silva entre outros.

Deve-se a Marinho Teles, integrante da Filhos do Deserto, a introdução do reco-reco na bateria. Dentre os grandes colaboradores da escola, já falecidos, lembramos os nomes de Atherio Salestiano da Silva e do Carnavalesco Carlos Manoel de Carvalho.

Em 1975, a Lins Imperial conquistou o título do Grupo 2, com o enredo “Dona Flor e seus Dois Maridos”, adquirindo assim o direito de subir ao Grupo Principal. Porém, em sua estreia entre as grandes escolas de samba em 1976, a escola não foi feliz e com o enredo “Folia de Reis” acabou retornando ao Grupo de Acesso.

Voltaria a desfilar no Grupo Principal somente em 1990 quando homenageou “Madame Satã”. A escola permaneceu no Grupo Especial e, em 1991, apresentou o enredo “Chico Mendes, o Arauta da Natureza”. Apesar do bom desfile, a agremiação não conseguiu permanecer entre as grandes.

Após a queda, a Lins Imperial não voltou mais a desfilar no Grupo Especial.

Em 1997, foi campeã do Grupo B com o enredo “Tudo isso é Brasil”. No Carnaval de 1998 a Lins Imperial homenageou a cidade litorânea de Búzios, porém, não se apresentou bem e retornou ao Grupo de Acesso B.

Em 2003, a Lins Imperial conquistou o título de Campeã do Grupo B, com o enredo em homenagem ao intérprete e compositor Aroldo Melodia, “Segura a Marimba, Aroldo Melodia Vem Aí”.

Em 2007, a Lins Imperial foi Campeã do Grupo B, ascendendo ao Grupo A. A agremiação reeditou o enredo de 1991 “Chico Mendes, o Arauto da Natureza”.

A partir de 2008 a escola sofre vários rebaixamentos, chegando a desfilar em 2014 no Grupo D, 5ª divisão do Carnaval Carioca.

Em 2014 a escola apresentou o enredo “Tenha Fé!” e foi vice-campeã do Grupo D.

Em 2017, a verde e rosa do Lins de Vasconcelos apresentou o enredo “O Monarca do Samba” e  foi vice-campeã da Série C e desfilará na Série B no Carnaval de 2018.

Fonte: Wikipédia e Samba na Intendente

Ficha Técnica de 2018: https://sambanaintendente.blog/2017/05/31/serie-b-lins-imperial-9a/

Ficha Técnica de 2019: https://sambanaintendente.blog/2018/08/14/carnaval-2019-serie-b-3a-lins-imperial/

Autor da Arte da Bandeira: Douglas Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s