Carnaval 2022 – Gato de Bonsucesso / Avaliação

Publicado por

GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA GATO DE BONSUCESSO

De Bonsucesso, eu sou o Gato / Na Intendente vim pra sacudir

É maravilhoso / Cheio de encantos mil / Ver o meu Gato orgulhoso todo prosa / Cidade maravilhosa / Coração do meu Brasil

Bandeira_do_GRES_Gato_de_Bonsucesso

Fundação: 16/02/1999 (22 anos)

Cores: Azul e Branco

Símbolo(s): Gato

Escola Madrinha: G. R. E. S. Portela

Santo Padroeiro:

Bairro: Bonsucesso

Sede/Quadra: Travessa São Jorge, s/nº, Nova Holanda, Bonsucesso, Rio de Janeiro, RJ

Barracão: N/C, Rio de Janeiro, RJ

Presidente Administrativo: Mauro José Camilo

Vice-Presidente Administrativo: Diego Lucena

Presidente de Honra:

Carnaval 2022

Grupo: Avaliação da SUPERLIGA

Ordem de Desfile: _ª Escola a desfilar no Sábado das Campeãs, dia 05/03/2022, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, RJ

Enredo: “RESPEITO É BOM E EU GOSTO”

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

Confira a Sinopse do Gato de Bonsucesso para 2022

Carnavalesco: Marcos Salles

Diretora de Carnaval: Rosely

Diretor de Harmonia:

1º Casal de MS e PB: Gabriel e Bia Strella

2º Casal de MS e PB:

Coreógrafo da Comissão de Frente:

Coordenador da Ala de Passistas: Vânia

Diretora da Ala das Baianas:

Diretor da Velha Guarda:

Presidente da Ala de Compositores:

Bateria: de Orfeu

Mestre de Bateria: Júlio Ferreira “Julinho”

Rainha de Bateria: Karol Vieira

Musa:

Assessoria de Imprensa:

Autores do Samba-Enredo:

Intérpretes: Paulinho Guerreiro e Paula Princi

Samba-Enredo: Definido

*

*

História: O G. R. E. S. Gato de Bonsucesso é uma escola de samba da Zona da Leopoldina na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro.

Sua história tem início na década de 60, quando uma leva de moradores das comunidades do Esqueleto e do Querosene se mudou para o Complexo da Maré. A nova turma acabou se unindo aos antigos foliões da comunidade de Nova Holanda, originando o Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Nova Holanda. Algum tempo depois, sentindo a necessidade de algo mais descontraído que os rigores exigidos por uma escola de samba, seus integrantes formaram um bloco com os amigos das rodas de samba do lugar, brincando juntos e descompromissados o carnaval, dentro da própria comunidade. A falta de preocupação com as regras era tanta, que o bloco sequer possuía nome.

Havia, porém, uma moradora conhecida por Maria Dentão, que não gostava de muita conversa e não dava vida fácil para a garotada da pelada de rua. Sempre que a bola caía em seu quintal, a enfezada moradora a destruía. Certo dia, os rapazes – que também gostavam de implicar com moradores da comunidade – cansados de terem suas bolas furadas, resolveram se vingar. Caçaram o gato de estimação de Maria Dentão, e fizeram um ensopado com ele. Maria não demorou a descobrir o que acontecera com o bichano, e foi diretamente ao posto policial dar queixa do acontecido, bradando desesperadamente: “Mataram meu gato, mataram meu gato”.

A polícia prendeu três rapazes e deu neles “um correctivo” com uma palmatória. Para se vingar novamente de Maria, eles fizeram tamborins com o couro do gato e foram para a frente da casa dela, tarde da noite, gritando e batucando: “Mataram meu gato, mataram meu gato…”, repetidas vezes. O refrão “pegou” entre os moradores e deu nome ao bloco. A partir daí, o Mataram Meu Gato passou a desfilar todos os anos pelas ruas da comunidade. Em 1974, foi inscrito na Federação de Blocos de Carnaval do Rio de Janeiro, mas só virou escola de samba em 1999, já com o nome de Gato de Bonsucesso.

Fontes: Wikipédia e Samba na Intendente

13900277_1774392069441361_3229622306645726421_n

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.