Somos unidos em Cosmos por um ideal / Comunidade chegou nossa hora

Publicado por

cosmos1.jpg

Escola: G. R. E. S. Unidos de Cosmos

Enredo: SOB O BRILHO DA ESTRELA, A GLÓRIA DO COMPOSITOR!

Carnavalescos: Comissão de Carnaval

Presidente: Rafael Júnior

Samba:

Compositores: Flávio Almeida “Flavinho do Agogô”, Filósofo LV, Diley Nocera, Jefersson, Rey, André Baiacu, André Félix, Ricardo Simpatia, Rony Remandiola, Beto BR e Rodney de Figueiredo

Intérprete: Fabrício Alves

Letra:

Hoje o couro vai comer eu quero ver / Tá todo Mundo aí / Pode aplaudir

Meu coração vai disparar / Eu vou me acabar / Cosmos eu nasci pra te amar

Sob o manto verde e branco do teu pavilhão / Acordes do cavaco e do violão

Com o som do cântico aventureiro / Que desde jovem buscou realizações

Dos pais, carinho especial / Feliz, brincou pelas ruas

Domingo no Maraca que emoção / Raça, amor e paixão

Vai menino Zé vai seguindo o seu destino / Em cada verso reflete a poesia

O Ziriguidum, te deu a direção / O samba fonte de inspiração

Tirou do chapéu sua identidade / A estrela brilhou / Salve a Mocidade

Na música, parcerias com sambistas imortais / Tantas histórias, vários carnavais

Cantados os seus sambas geniais

Somos unidos em Cosmos por um ideal / Comunidade chegou nossa hora

Cantando Zé Glória rumo a vitória

Sinopse:

JUSTIFICATIVA DO ENREDO

A GRES Unidos de Cosmos reafirma sua profunda ligação com seu lugar, sua gente e sua raiz ao apresentar o enredo: “Sob o brilho da estrela, A Glória do compositor!” para o Carnaval de 2016.

A história deste homem nascido em uma família humilde, que estudou com imensas dificuldades e venceu com seus esforços próprios, vai desfilar na Avenida iluminando nossa escola e conduzindo a comunidade a uma grande apresentação.

José Glória da Silva Filho, que poderia ser mais um Zé pelas terras da zona oeste, faz a diferença lutando, compondo seus sambas, ajudando ao próximo em sua região e jamais se esquecendo da humildade daquele menino que cresceu e tornou-se um empresário conceituado.

SINOPSE

MOLEQUE CATITU

Em 04 de outubro de 1952, dia de São Francisco, nasce José Glória da Silva Filho, o quinto de uma família humilde de oito irmãos, que herdou o nome do patriarca, Seu José. Criado no bairro de Campo Grande, naquelas ruas de terra, onde jogava bola, de meia e de gude… Soltava pipa sem deixar de cantarolar no seu ritmo preferido: o samba. E arrumava suas confusões. Bom de briga, logo recebeu o apelido de Catitu, que era como chamavam um malandro valente e arrengueiro que vivia em sua área. Dona Araci, sua mãe, muitas vezes chamava o moleque Catitu para ajudá-la nas entregas de encomendas, nas casas das senhoras para quem lavava roupas. Com isso tirava um pouco da rua o menino levado. O coração de mãe acalmava o filho ao educá-lo com carinho, atenção e trabalho.

AMOR E POESIA

Ainda menino, mais precisamente aos 12 anos, começou a trabalhar e ajudar a família. Guardava sempre uns trocados para ver o grande amor de sua vida jogar. Flamenguista fanático, só faltava a um jogo quando a falta de dinheiro era maior. Naquele tempo, Zé era um dos milhares de torcedores da Geral, onde torcia, chorava e sorria pelo clube do coração. Nesta época ganhou um concurso de poesia na escola, fez sucesso entre os amigos e não parou mais de escrever…

A TRAJETÓRIA DE UM SAMBISTA

Aos quinze anos, o jovem Katytw, é assim que se escreve – diz nosso homenageado – Coisas de poeta… Começa a conhecer definitivamente o carnaval e entra para o bloco de embalo Xavantes do Tingui. Logo depois chega ao bloco Filhos da Pauta e mais tarde ao União da Ponte, onde a veia de compositor aflorou de vez, o fazendo compor por três vezes o samba que embalou o Bloco nos dias de Momo. Começava assim uma carreira de talento e sucesso no mundo do samba. A coruja do Sereno de Campo Grande também faz parte de sua vida, mas foi na verde e branca de Padre Miguel que o amor concretizou-se em vitórias… Quem não se lembra do refrão do ano de 2010, um rolo compressor na avenida:

MEU CORAÇÃO VAI DISPARAR, SAIR PELA BOCA…

NÃO DÁ PRA SEGURAR, PAIXÃO MUITO LOUCA!

LUZ INDEPENDENTE ME LEVA PRO CÉU

SOU MOCIDADE! SOU PADRE MIGUEL!

É, mas havia muito mais por vir, e veio no ano seguinte quando o coração disparou de novo e a avenida Marquês de Sapucaí ficou extasiada:

TÁ TODO MUNDO AÍ? LEVANTE A MÃO

QUEM É FILHO DESTE CHÃO

CHEGOU A MOCIDADE FAZENDO ALEGRIA DO POVO

MEU CORAÇÃO VAI DISPARAR DE NOVO

Daí em diante as vitórias não pararam mais e Zé Glória teve seu nome elevado no maior espetáculo da terra. Ao mesmo tempo em que alcançava sucesso com a música, nosso homenageado vencia também como empresário, sem jamais esquecer os ensinamentos de seus pais, conservando a humildade e a vontade de ajudar ao próximo. E como ajuda! É impossível enumerar com exatidão quantos sambistas e quantas escolas de samba Zé Glória estendeu a mão.

A GLÓRIA DO COMPOSITOR

É inegável a relação íntima que Zé Glória tem com escolas de samba que têm como cores o verde e branco. Além da Mocidade Independente de Padre Miguel, Zé ganhou samba na Cubango em 2011, Império Serrano, 2015 e 2016, e Acadêmicos de Santa Cruz em 2015 e 2016, mas também podemos citar escolas de samba que conseguiram campeonatos com sambas de nosso grande compositor como a Inocentes de Belford Roxo, quando subiu para o grupo especial em 2012, Unidos do Viradouro, campeã do acesso A em 2014 e 2016, e a Unidos de Bangu, quando subiu para o grupo de aceso A também em 2014.

Hoje, o autor de grandes sambas torna-se um hino, uma composição em forma de poesia de nossa Unidos de Cosmos. Convidamos seus parceiros e amigos, como Arlindo Cruz, Dudu Nobre, Claudio Russo, André Diniz e Fionda, entre tantos outros que fazem parte desta magnífica história de vida, para desfilar em homenagem ao menino da Zona Oeste que cresceu Katytw, venceu as dificuldades da vida com talento, esforço e respeito ao próximo e brilha no carnaval sob o Verde e Branco de Cosmos – A Glória do Compositor!

“Unidos de Cosmos, uma história de superação !!!”

 

2 comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.