Carnaval 2018 promete ser bastante disputado no principal grupo das escolas do acesso. As escolas que disputarão uma vaga para ascender à Série A na Marquês de Sapucaí, desfilando pelo grupo B, começaram a entender, que hoje existe uma grande necessidade de se organizar, de seguir cronogramas, metas para se atingir o objetivo de ganhar um título.

Aos poucos elas vão se adaptando e apostando em várias estratégias para obter os resultados esperados, sejam elas: mudar as equipes, investir em recursos, agregar parcerias. Porém, o importante mesmo é não ficarem paradas esperando subvenção. Elas tem consciência de todo o processo e sabem que têm que se mexer para não correr o risco de ficar sem Carnaval.

Dentro dessa nova mentalidade, o Acadêmicos do Engenho da Rainha não fica atrás. A escola que está mudando seu perfil, para justamente se tornar mais competitiva, trouxe para seu lado um nome de peso. Rildo Seixas, bastante conhecido por ser um nome forte dentro da atual campeã da Série A, o Império Serrano, chega no Engenho para fazer parte desta família e ser o patrono da agremiação.

Hoje, comandada pelo presidente Junior Bad Boy e atualmente sendo montada com uma equipe de diretoria forte e bastante comprometida, a primeira academia do samba está feliz com a chegada do patrono.

– Rildo é nosso amigo, gosta de nossa comunidade, está sempre empenhado em nos ajudar, então nada mais justo que ele faça parte de nossa família. Nossa diretoria está muito feliz e com certeza nossa comunidade também ficará, principalmente, quando perceberem quanta coisa boa estamos planejando para nossa escola. Não é só o Carnaval. Nossa escola está trabalhando pelo bem de nossa comunidade também, e que juntos vamos somar e buscar o título, comentou o presidente.

O Acadêmicos do Engenho da Rainha deve nos próximos dias anunciar seu enredo para 2018, que será desenvolvido pelos carnavalescos Guilherme Diniz e Rodrigo Marques.

Foto: Arquivo Pessoal