GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA SIRI DE RAMOS

Alô Siri de Ramos! / Canta aí / Canta aí / Faz a Leopoldina sorrir!

Chegou o povo do samba / A poeira vai subir / Paixão invade meu peito / Aí não tem jeito / Eu sou Boca de Siri

Vai clarear! Hoje tem lua cheia / A tribo do samba chegou na aldeia / Pra fazer a festa e se divertir / Vem com o Boca de Siri

38949094_312710899470194_6388884056049713152_n

Fundação: 07/12/1979 (38 anos)

Fundação: 29/01/1997 (21 anos)

Cores: Verde e Branco

Símbolo(s): Siri

Bairro: Ramos

Sede/Quadra: Rua Ouricuri, Ramos, RJ

Barracão: Rua Carlos Xavier, 397, Campinho, RJ

Presidente: Edivaldo Pereira de Oliveira “Vadão”

Vice-Presidente:

Presidente de Honra:

Escola Madrinha: G. R. E. S. Imperatriz Leopoldinense

Bateria: Furacão de Ramos

37611844_1795807097180797_8948541310126522368_n

Carnaval 2019

Grupo: Série B

Ordem de Desfile: 2ª Escola a desfilar na Terça-Feira de Carnaval, dia 05/03/2019, na Estrada Intendente Magalhães, Campinho, Rio de Janeiro, RJ

38177089_1019030174929755_6415221985214726144_n

Enredo: “A SOBERANA ORDEM DOS BARÕES. OS CAMINHOS TE CONDUZEM À LEOPOLDINA”

Logo: Divulgada

Sinopse: Divulgada

https://sambanaintendente.blog/2018/08/11/44622/

Carnavalescos: Mateus Medeiros e Monica Cabull

Diretor de Carnaval: Nei Costa

Diretor de Barracão:

Diretor de Harmonia:

1º Casal de MS e PB: Diego Lucas e Nani Ferreira

2º Casal de MS e PB:

Coreógrafo da Comissão de Frente: Alex

Coordenador(a) da Ala de Passistas: Ana Paula

Diretor(a) da Ala das Baianas:

Diretor(a) da Ala das Crianças: Fatinha

Diretor(a) da Velha Guarda: José Carlos

Diretor de Bateria: Mestre Gláucio

Rainha de Bateria: Nanda Marques

Musa(s):

Assessoria de Imprensa:

Presidente da Ala de Compositores:

Autores do Samba-Enredo:

Intérprete: Jefão

Samba-Enredo:

 

História: O G. R. E. S. Siri de Ramos é uma escola de samba da Zona da Leopoldina, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. É Originária do GRBC Boca de Siri que foi fundado em 07 de dezembro de 1979.

Mestre Beto, ex-diretor de bateria da Imperatriz Leopoldinense, e o Carnavalesco Valério Guidinelle são considerados figuras importantes da agremiação.

A trajetória do Boca de Siri na FBCERJ foi vitoriosa. Como bloco o Boca de Siri foi campeão em 2004 “Das Festas Tradicionais do Brasil, a Explosão do Carnaval” do Grupo 3 e foi campeão por cinco anos consecutivos, vencendo o Grupo 2 “Canto a Dicró, sua Praia é Ramos” em 2006, e o Grupo 1 entre 2007 e 2010.

Em 2011, o Boca de Siri, com o enredo “Doce infância”, sagrou-se pentacampeão do Grupo 1 dos blocos de enredo, sendo o primeiro bloco a se transformar em escola de samba automaticamente, sem passar por avaliação.

Após isso, pensou-se em mudar de nome, para Acadêmicos de Ramos, o que no entanto foi rechaçado pela diretoria que decidiu continuar com o mesmo nome. já no seu primeiro ano como escola de samba, levantou mais um título, agora do Grupo de Acesso E, com o enredo Personalidade Mulher.

Em 2018, foi 2ª colocada na Série C com o enredo “Vamos falar de índios.

A agremiação trocou de nome em 2018 e passou a chamar-se G.R.E.S. Siri de Ramos.

Fontes: Wikipédia e Samba na Intendente

Ficha Técnica de 2018: https://sambanaintendente.blog/2017/06/27/serie-c-boca-de-siri-4a/

Autor da Arte da Bandeira: Douglas Souza