Conheça os 9 Sambas Inscritos na Independentes de Olaria

Publicado por

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Independentes de Olaria, presidido por Brenno Araújo, recebeu no último sábado (dia 24/10) seus sambas-enredos concorrentes para o próximo Carnaval.

A agremiação da Zona da Leopoldina recebeu 09 sambas inscritos.

A Independente de Olaria irá desfilar no Grupo Especial da Intendente em 2021 e apresentará o enredo “Batuque pra Penha”, dos carnavalescos Alex Carvalho Barreiros e Caio Cidrini.

Conheça as obras inscritas na disputa da agremiação:

Samba Concorrente nº 01

Compositores: GABRIEL COELHO, DRUMMOND E CIA

Salve! Oh, Mãe Padroeira… / Do alto do morro, a inspiração…

Salve! Oh, Virgem Maria, / Reluz o meu dia em cada manhã…

Onde o Capitão abençoado / Mandou erguer uma capela!

É ela, a vista mais bonita da favela, / O berço mais sagrado do meu samba,

Celeiro de gente bamba!

Vem, baiana, põe tempero! / Chama o povo pra dançar! O sino vai tocar!

Gira a saia, portuguesa! Quilombolas e Marias!

Cantadores e romeiros, batuqueiros de Olaria!

Abram alas pro Rancho passar… / Vinham de longe malandros e cabrochas…

Vem no balancê, morena!… / Nesse balançar, morena!

A mão que se benze é a mesma que afaga / E “rasga” o couro do tambor…

Canta, celebra a alma de sambistas imortais, / É resistência de antigos carnavais

Na poesia de “Franciscos” e “Cartolas”! / Se eu chorar, as minhas lágrimas irão rolar

Em mais um samba em devoção, / Bordado no coração!

Bate no peito, chegou Olaria! / O Samba é na Penha, pode chegar…

Meu Lobo em festa na escadaria, / Pagando promessa à Santa no altar!

Samba Concorrente nº 02

Compositores: MARCIO OLIVEIRA, MARQUINHOS VALÉRIO, WILSON PALADINO, RICARDO RAMOS E MARCELO MARROM

Intérprete: TAROBA

Fui buscar, / No alto da colina a inspiração,

Grandioso santuário a iluminar / A musicalidade em procissão

Relembrar como tudo começou / Ao suplicar surge um lagarto salvador

E assim segue a nossa história / Erguida com glórias uma capela em seu louvor

Ó mãe! Que abençoa essa gente / Lusitanos penitentes

E negros num batuque a ecoar / Numa miscigenação e fé / Um sincretismo a encantar

Subindo as escadas ao som da canção / No brilho do sol ou na luz do luar

Ranchos e corsos, comemoração / E as velhas tias os fiéis a embalar

Entre acordes musicais / Artistas imortais demonstraram seu amor

A esse povo hospitaleiro / Otimista e festeiro, que supera tanta dor

Penha! Hoje canto em meus versos / De joelhos enfim te peço

Não deixe a esperança se acabar / Entre o sagrado e o profano

Minha escola vem cantando / Essa cultura popular

Sou Independentes, de Olaria / E trago a Penha no coração

Sob as bênçãos de Nossa Senhora / Vai meu samba decantar em oração

Samba Concorrente nº 03

Compositores: JULIO PAGE E GONZAGUINHA ZANCO E CIA

O BADALAR DOS SINOS ECOOU NA GRANDE PEDRA

RAIOU UM NOVO DIA A FESTA JÁ VAI COMEÇAR

VALEI-ME NOSSA SENHORA PROTETORA DOS AFLITOS

NA FÉ QUE EMBALA O GRITO / NENHUM MAL VAI ME CALAR

ELO ENCARNADO, PROFANO E SAGRADO / FOLGUEDO ENCANTADO DE DEVOÇÃO

O SONHO DE IGUALDADE / CONQUISTOU TODA A CIDADE

A CADA ACORDE RESISTINDO À OPRESSÃO

GIRA MÃE BAIANA QUITUTEIRA / AO SOM DO PANDEIRO E RUFAR DO TAMBOR

ROMARIA DIVINA ENCONTRA O AXÉ / NA FESTA DA PENHA DEU SAMBA NO PÉ

CELEIRO DE BAMBAS EM SUA ESSÊNCIA / MARCO DA CULTURA POPULAR

A MALANDRAGEM DE UMA LINDA POESIA / DE BECA NOVA BATUCAR NA “ESCADARIA”

SOU OLARIA! / “UM PRIVILÉGIO” É “PODER TE EXALTAR”

EU SOU A MÚSICA QUE NA FOLIA VAI REINAR / VEM LEOPOLDINA ETERNIZAR…

O SAMBA EM ORAÇÃO / PROTEJA O CARNAVAL DA GENTE

EM PROCISSÃO EU VOU / SOU LOBO FORTE… INDEPENDENTE

Samba Concorrente nº 04

Compositores: DIEGO NICOLAU, TEM TEM JR. E CIA

PRECES À IMACULADA VOZ / VIRGEM MÃE DE DEUS, OLHAI POR NÓS

MEU SAMBA PEREGRINO TE ABRAÇA / LÁ DO ALTO, TUA GRAÇA ABENÇOA MINHA FÉ

UMA SANTA IGREJA SE ERGUEU / NOS DOMÍNIOS DO IRAJÁ

A MISSÃO QUE VEM DE DEUS / EM TAMBORES E ROSÁRIOS, TESTEMUNHAS DO AMOR

ERAM FITAS E PANDEIROS ENTRE ANJOS QUERUBINS

A ESPERANÇA ERA GUIA NAQUELA ROMARIA

CESTO DE NEGRA BAIANA, É AFRICANO O SABOR

E QUANDO CHEGA OUTUBRO POBRE E RETINTO TAMBOR

ÔÔÔ DA CACHAÇA A ÁGUA BENTA / O SAGRADO SE ALIMENTA DO PROFANO AMOR

É CANTO DE QUILOMBOLA / É PONTO “CRISTÃO YORUBÁ”

COMÉRCIO FERVIA, O POVO PARTIA / PRA LEOPOLDINA RUMO À PENHA FESTEJAR

A MARCHA ENTRE BLOCOS E CORDÕES / DUELO DE MALANDROS E SAMBISTAS

NO “PANO NOVO”, A PROTEÇÃO / UM SAMBA COM FEITIO DE ORAÇÃO

A POESIA DO ARTISTA POPULAR / DE BETHS E BLANCS FOI CAETANEAR

NO TOM DA VITÓRIA / SUA MEMÓRIA VAMOS PRESERVAR

VOU SUBIR A PENHA, AGRADECER À MINHA GUIA

SOU INDEPENDENTES, SOU FIEL DE OLARIA

E LÁ DE CIMA ELA EMANA TANTA LUZ / SUA FORÇA É QUEM NOS CONDUZ

Samba Concorrente nº 05

Compositores: CLAUDIO EMILIANO, WANDERLEI DA PENHA E CIA

FAZ TEMPO QUE EU QUERIA AGRADECER

TODA BENÇÃO ALCANÇADA, CADA PRECE, CADA ORAÇÃO

OH! MÃE QUE EM TEUS BRAÇOS ME EMBALOU

E FEZ DE MIM QUEM SOU… ETERNA DEVOÇÃO / LÁ NO ALTO DA COLINA A FÉ PREVALECEU

POR UM MILAGRE A CAPELA SE ERGUEU / DIVINO CENÁRIO VIROU SANTUÁRIO

PEDAÇO DA TERRA MAIS PERTO DE DEUS / NA ESCADARIA, ROMARIA LUSITANA

EM MEIO A FADOS E AFAGOS DE BAIANAS

CELEBRAÇÃO MISCIGENADA, PROFANA… SAGRADA

TOCA O TAMBOR, DEIXA O SOM ECOAR / DANÇA NA RUA, REZA NO ALTAR

“INDEPENDENTE” DA RELIGIÃO / DIVERSIDADE EM MANIFESTAÇÃO

ÀS TIAS QUITUTEIRAS, MEU RESPEITO / NOS RANCHOS E CORDÕES TANTA MAGIA

MALANDROS E SAMBISTAS DESFILAVAM / NO TOM DE SEUS VERSOS, A VIDA EM POESIA

SAUDADE DAS CANTORIAS E DOS NOSSOS LARAIÁS

PRA TANTOS NOMES IMORTAIS, INSPIRAÇÃO / NO SAMBA, NA BOSSA, SERESTA OU BAIÃO

A MAIS FAMOSA EXPRESSÃO DA NOSSA GENTE / TRADIÇÃO DO MEU LUGAR

EU SOU A FESTA DA PENHA / PRA SEMPRE NA CULTURA POPULAR

TEM BATUQUE LÁ NO MEU QUINTAL / OLARIA FAZ O SHOW ACONTECER

QUEM JÁ CONHECE, COM CERTEZA SE APAIXONOU

QUEM NÃO CONHECE, HOJE VAI CONHECER

Samba Concorrente nº 06

Compositores: GABRIEL MACHADO, GUILHERME KAUÃ, MANOEL NETO, JÚNIOR FALCÃO, CASSIUS MACAÉ, LEANDRO GAÚCHO E NÊGO

Sou a fé encarnada, sou imaculada / Ó virgem de Deus

Sou a mais linda prece, que resplandece nos olhos meus

Lá, do alto da Penha, a luz que ilumina /  O meu caminhar

Quando a “serpente” brotou / Você lhe cobriu com seu manto

Ergueu-se a capela que abriga todos os santos / Subindo a escadaria, fiéis, querubins e Marias

Com seus batuques, danças, fitas, louvação /  Cestos de laços, africana devoção

Quando toca o tambor ecoa a união / Negro canta, negro dança no girar em comunhão

Tem cachaça e água benta pro meu povo partideiro

Dança de roda ao rufar do meu pandeiro

Tão bela, entre barracas de Ciata e Dadá / Tão bela… Te ver brilhando ao clarão deste luar

Nas lindas poesias, a memória / Num simples “la laia” na mesa do bar

História e tradição pra te encantar ( E para sempre eu vou cantar )

Da Leopoldina a alegria contagia / São lágrimas que escorrem de emoção

Ó, mãe senhora, a ti eu prometo / O meu batuque ressoar o ano inteiro

Tem festa pra Penha clamor em romaria / Hoje o samba é um canto em oração

Independentes que marcaram minha história / De Olaria o meu povo é tradição

Samba Concorrente nº 07

Compositores: DANILO DANTAS, RONNY POTOLSKI E CIA

AMÉM… VOU SEGUINDO EM DEVOÇÃO / MINHA FÉ, EU ENTREGO EM TUAS MÃOS

NÃO HÁ MAL QUE QUEBRE ESSA CORRENTE TEU SAGRADO MANTO QUE PROTEGE A GENTE

ADORO À DEUS COM OS MEUS TAMBORES / SOB O CANTO DAS MARIAS

ENTRE “FADOS”, “VIRAS” E LOUVORES / EXALTO SUA HISTÓRIA EM ROMARIA

ÁGUA BENTA PRA BENZER / O QUILOMBO VAI GIRAR

COM AS BÊNÇÃOS DA SENHORA / A CIATA VAI REZAR

LAIALAIA… / A POESIA RONDA A VIDA DA CIDADE

NAS RUAS UM ENCONTRO MUSICAL / TEM CARTOLA DE MAROLA COM NOEL

VADICO CANTA MAIS UM SAMBA EM ORAÇÃO / GONZAGA FAZ FALAR OS “OITO BAIXOS”

PRA SANTA ELE COMPÕE MAIS UM BAIÃO / NOVOS BAIANOS, PURA MAGIA

É CARNAVAL, VEM PRA FOLIA! / LEOPOLDINA ESTÁ EM FESTA / CANTA FORTE, A HORA É ESSA!

VOU PRA BATUCADA, EU VOU / A FESTA DA PENHA JÁ COMEÇOU

NOSSA SENHORA, AVE MARIA! / SOU INDEPENDENTES DE OLARIA!

Samba Concorrente nº 08

Compositores: MOISES SANTIAGO, ALDIR SENNA E CIA

INDEPENDENTES, NUM CANTO DE AMOR / É DEVOÇÃO E FÉ

NESSE TEU MANTO DE LUZ / NOSSA SENHORA DA PENHA

DO ALTO NOS CONDUZ / EM FESTA A LEOPOLDINA EM ROMARIA À LOUVAR

VEM GENTE CHEGANDO DE TODO LUGAR / MÃES BAIANAS QUITUTEIRAS

A MÃO DO TEMPERO DO BOM PALADAR

KIZOMBA DO POVO / BENZE O TERREIRO… NA GIRA

SAGRADO E PROFANO / SOM DO PANDEIRO… É GINGA

Ê QUILOMBOLA Ê… QUILOMBOLA… / MARCO DA CULTURA POPULAR

RECANTO DE GRANDES ARTISTAS / MALANDROS, BAMBAS, SAMBISTAS

CANÇÕES E POETAS FICARAM NA HISTÓRIA / MERCARAM NO TEMPO A NOSSA MEMÓRIA

OH! MINHA SANTA PADROEIRA! / REINA NA PEDREIRA

DO CHÃO DE OLARIA TE VEJO NO CÉU / PROTEJA TEU FILHO DEVOTO FIEL

VEM NESSE BATUQUE PRA PENHA / EM AZUL E BRANCO… MAGIA

PAGAR A PROMESSA NA ESCADARIA / COM A INDEPENDENTES DE OLARIA

Samba Concorrente nº 09

Compositores: THIAGO BRITO, RICHARD VALENÇA, RENAN DINIZ, D’SOUZA, CELSO VAZ, ORLANDO AMBRÓSIO E MÁRCIO DE DEUS

Intérprete: THIAGO BRITO

No céu / Um clarão em poesia

Era a voz por todos nós / Era fé contra agonia

Olhos de serpente frente a cruz / O medo toca o chão de Baltazar

Mensagem ilumina a quem rogou / Do alto surge a luz pra abençoar

Quilombola joga e dança, tem festança amor / No couro e na tradição Nagô

É o toque de Ciata, Josefa e Dadá / Oi gira a saia, baiana, deixa girar

Meu samba é o preto forro no peito / É Noel em seu preceito

Um feitio de oração / Morena que desce a ladeira de saia, na Penha cai na gandaia

Risco o verso no baião / Chorou a viola de Novos Baianos

São Beths e Caetanos / Marcando na palma da mão

Firma o Batuque e faz cantar / A espera de um refrão, outra vez Láiáiá

Voz imaculada, Óh Virgem do céu / A ti entrego meu coração…

Do alto da Penha, o canto do Lobo / É força ancestral que embala o povo

Um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.